A Turquia deve expandir as defesas aéreas de fabricação russa

Publicado em 25 de setembro de 2021 às 09.44

Os laços entre a Turquia e os Estados Unidos, aliados da OTAN, ficaram tensos após a decisão anterior de Ancara de comprar o avançado sistema de defesa aérea S-400 da Rússia.

A decisão levou os Estados Unidos a excluir a Turquia de seu programa de desenvolvimento de caças F-35 Lightning II. Caso contrário, os russos podem usar os sistemas turcos para praticar e desenvolver o S-400 para que ele possa derrubar o F-35 Lightning II, raciocinou o Pentágono.

No entanto, a Turquia insiste que o S-400 não representa uma ameaça para a OTAN.

As negociações anteriores entre a Turquia e os EUA sobre a compra de robôs Patriot, como os que a Suécia comprou a alto custo dos EUA, fracassaram devido a uma série de questões pendentes.

Entre outras coisas, os turcos consideraram que o sistema estava desatualizado e vendido a um preço ridiculamente alto. A escolha, portanto, recaiu sobre o S-400, principalmente devido à insatisfação de Ancara com as condições de Washington.

A Turquia disse que só concordará com uma nova oferta de compra do S400 se ela incluir uma transferência de tecnologia e termos de produção comuns, de acordo com a Interfax.


Source: Fria Tider by www.friatider.se.

*The article has been translated based on the content of Fria Tider by www.friatider.se. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!