ATP defende Djokovic e lança petição ao governo australiano

Sanjin Strukic / Pixsell / MB Media / Getty Images

Novak Djokovic, durante a Copa Davis, em Madri.

O Associação de Tenistas Profissionais (ATP) afirmou que teria sido necessário “uma compreensão, comunicação e aplicação mais claras das regras” depois de tudo o que aconteceu com a entrada do sérvio Novak Djokovic na Austrália para a disputa do primeiro Grand Slam do ano e comemorou que, por enquanto, o jogador pode continuar no país.

“A ATP respeita plenamente os sacrifícios que o povo australiano fez desde o início da covid-19 e as rígidas políticas de imigração que foram implementadas. No entanto, complicações nos últimos dias relacionadas à entrada de jogadores na Austrália destacaram a necessidade de um entendimento, comunicação e aplicação mais claros das regras”, disse a ATP em comunicado.

A associação considerou que o facto de se dirigir ao país significava que o número um do mundo “acreditava ter recebido uma isenção médica necessária para cumprir os regulamentos de entrada”. Além disso, ele descreveu como “prejudicial em todas as frentes, incluindo o bem-estar e a preparação de Novak para o Aberto da Austrália”, tudo o que foi desencadeado desde que ele foi impedido de entrar na quarta-feira.

“Os pedidos de dispensa médica dos jogadores são feitos independentemente da ATP; no entanto, temos estado em contato constante com a Tennis Australia para buscar clareza ao longo deste processo. Congratulamo-nos com o resultado da audiência de segunda-feira e esperamos algumas semanas emocionantes de tênis pela frente”, acrescentou o circuito masculino.

Nesse sentido, a ATP aproveitou para continuar a “recomendar fortemente a vacinação” de todos os seus jogadores porque é “essencial” que o ténis “supere a pandemia”.

“Isso é baseado em evidências científicas para apoiar os benefícios de saúde fornecidos e cumprir os regulamentos globais de viagens, que prevemos que se tornarão mais rigorosos ao longo do tempo. Estamos animados que 97% dos 100 melhores jogadores sejam vacinados antes do Aberto da Austrália deste ano”, disse.


Source: HuffPost Spain for Athena2 by www.huffingtonpost.es.

*The article has been translated based on the content of HuffPost Spain for Athena2 by www.huffingtonpost.es. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!