Bruxelas está comemorando. O político que puxa os cordelinhos na Polônia se retira do governo

O líder do partido no poder polonês, Jarosław Kaczyński, deixará o cargo de vice-primeiro-ministro no início de 2022, de acordo com a agência de notícias estatal PAP.

Kaczyński, presidente do Partido Conservador da Lei e Justiça (PiS), anunciou a decisão em uma reunião parlamentar na quarta-feira.

De acordo com o PAP, Kaczyński disse aos legisladores do PiS que queria mais tempo para lidar com os problemas do partido.

“Por causa de sua posição como vice-primeiro-ministro, ele só comparece às reuniões do partido uma vez por semana e isso não é suficiente”, disse um legislador à fonte.

Kaczyński é considerado o político mais poderoso da Polônia e foi nomeado vice-primeiro-ministro em outubro de 2020 para salvar uma crise da coalizão nacionalista no poder, liderada por seu partido.

Desde 2015, quando seu partido venceu as eleições, Kaczyński tem liderado a Polônia das sombras, nomeando e demitindo primeiros-ministros e controlando a agenda do governo.

(fonte: AFP)


Source: Jurnalul.ro by jurnalul.ro.

*The article has been translated based on the content of Jurnalul.ro by jurnalul.ro. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!