Carta de Cristóvão Colombo roubada da Biblioteca Nacional da Catalunha volta para casa

IMPRENSA EUROPA / DELEGAÇÃO DO GOVERNO

O governo entrega uma carta roubada de Colombo à Biblioteca da Catalunya.

O Governo entregou esta terça-feira de manhã ao Biblioteca da Catalunha uma carta de Cristóvão Colombo que foi roubada entre 2004 e 2005 em Barcelona e que foi devolvida à Espanha pelas autoridades dos EUA em 2018. Conforme relatado na terça-feira pela Delegação do Governo na Catalunha, é o histórico incunábulo Cartas de Cristóvão Colombo das recém-descobertas Ilhas Indie no Ganges, uma epístola de enorme valor histórico e documental, da qual apenas 16 exemplares são preservados no mundo.

São as cartas nas quais Colombo narra aos Reis Católicos os acontecimentos ocorridos durante suas viagens ao Novo Continente. Após seu sequestro, a carta de Cristóvão Colombo foi recuperada como resultado da colaboração entre os governos espanhol e americano e retornou à Espanha em 25 de julho de 2018.

O Ministério da Cultura, que de acordo com a Lei do Patrimônio Histórico de 1985 é o proprietário de todos os bens culturais recuperados da exportação ilegal, transferiu então a propriedade da carta ao seu anterior proprietário, a Biblioteca da Catalunha, que a guardava desde 1918..

O secretário-geral do Departamento de Cultura, Jordi Foz, e a diretora da Biblioteca da Catalunha, Eugènia Serra, em representação da Generalitat, e a vice-diretora-geral do Arquivo do Patrimônio e Documentação estiveram presentes na cerimônia de entrega das cartas. O historiador Carlos González-Barandiaran e o secretário do Conselho de Qualificação, Avaliação e Exportação de Bens do Patrimônio Histórico, Ángel Rivas, do Ministério da Cultura.

Narra a viagem de Colombo à América

Impresso em Roma por Stephan Plannck por volta de 1493, a carta narra os eventos ocorridos durante a viagem de Colombo à América e as primeiras impressões que essas terras e seus habitantes causaram.

O texto narra as experiências vividas desde o momento em que a expedição às Índias teve início no Porto de Palos, em 3 de agosto de 1492, e culminou com a chegada de Colombo a Lisboa, em 4 de março de 1493.

Em 2012, graças à colaboração de um especialista da Universidade de Princeton, concluiu-se que uma cópia da carta que estava guardada desde 1918 na Biblioteca da Catalunha foi roubada de Barcelona entre 2004 e 2005 e trazida ilegalmente para os Estados Unidos para comercialização . .

Por fim, a cópia roubada foi recuperada e, em 6 de junho de 2018, a carta foi entregue ao embaixador da Espanha nos Estados Unidos, em Washington, de onde foi devolvida à Espanha. Desde a sua recuperação, está depositado na caixa-forte do Ministério da Cultura e do Esporte.


Source: by www.huffingtonpost.es.

*The article has been translated based on the content of by www.huffingtonpost.es. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!