Cientistas cultivam plantas em terra lunar, próxima parada na lua

Anna-Lisa Paul tenta umedecer os solos lunares com uma pipeta. Os cientistas descobriram que os solos repeliam a água (eram hidrofóbicos), fazendo com que a água se acumulasse na superfície. A agitação ativa do material com água foi necessária para quebrar a hidrofobicidade e molhar uniformemente o solo. Uma vez umedecidos, os solos lunares poderiam ser umedecidos por capilaridade para o cultivo de plantas. Crédito: UF/IFAS, Tyler Jones

Pela primeira vez, os cientistas cultivaram plantas no solo da lua coletado pelos astronautas da Apollo da NASA.

Os pesquisadores não tinham ideia se alguma coisa brotaria na terra dura da lua e queriam ver se ela poderia ser usada para cultivar alimentos pela próxima geração de exploradores lunares. Os resultados os surpreenderam.

“Santa vaca. As plantas realmente crescem em coisas lunares. Você está brincando comigo?” disse Robert Ferl do Instituto de Alimentos e Ciências Agrícolas da Universidade da Flórida.

Ferl e seus colegas plantaram thale agriões no solo lunar devolvido por Neil Armstrong e Buzz Aldrin da Apollo 11, e outros moonwalkers. A boa notícia: todas as sementes germinaram.

A desvantagem foi que, após a primeira semana, a grosseria e outras propriedades do solo lunar estressaram tanto as pequenas ervas daninhas floridas que elas cresceram mais lentamente do que as mudas plantadas em terra lunar falsa da Terra. A maioria das plantas lunares acabou atrofiada.

Os resultados foram publicados nesta quinta-feira Biologia das Comunicações.

Quanto mais tempo o solo era exposto à radiação cósmica punitiva e ao vento solar na lua, pior as plantas pareciam estar. As amostras da Apollo 11 – expostas alguns bilhões de anos a mais aos elementos por causa da superfície mais antiga do Sea of ​​Tranquility – foram as menos propícias ao crescimento, de acordo com os cientistas.

“Este é um grande passo para saber que você pode cultivar plantas”, disse Simon Gilroy, biólogo de plantas espaciais da Universidade de Wisconsin-Madison, que não teve nenhum papel no estudo. “O próximo passo real é ir e fazê-lo na superfície da lua.”

A sujeira da lua está cheia de minúsculos fragmentos de vidro de impactos de micrometeoritos que chegaram a todos os pontos de pouso lunares da Apollo e desgastaram os trajes espaciais dos caminhantes da lua.

Uma solução pode ser usar pontos geológicos mais jovens na lua, como fluxos de lava, para desenterrar o solo de plantio. O ambiente também pode ser ajustado, alterando a mistura de nutrientes ou ajustando a iluminação artificial,

Apenas 382 quilos de rochas lunares e solo foram trazidos de volta por seis tripulações da Apollo. Algumas das primeiras poeiras lunares foram espalhadas em plantas em quarentena com os astronautas da Apollo em Houston depois de retornarem da lua.

A maior parte do estoque lunar permaneceu trancada, forçando os pesquisadores a fazer experimentos com solo simulado feito de cinzas vulcânicas na Terra. A NASA finalmente distribuiu 12 gramas para os pesquisadores da Universidade da Flórida no início do ano passado, e o plantio tão esperado ocorreu em maio passado em um laboratório.

A NASA disse que o momento para tal experimento estava finalmente certo, com a agência espacial procurando colocar os astronautas de volta à Lua em alguns anos.

A situação ideal seria que os futuros astronautas aproveitassem o suprimento infinito de terra local disponível para plantio interno, em vez de montar um sistema hidropônico, ou todo água, disseram os cientistas.

“O fato de que qualquer coisa cresceu significa que temos um ponto de partida realmente bom, e agora a questão é como otimizar e melhorar”, disse Sharmila Bhattacharya, cientista do programa da NASA para biologia espacial,

Os cientistas da Flórida esperam reciclar seu solo lunar ainda este ano, plantando mais agriões antes de possivelmente passar para outra vegetação.



Source: Phys.org – latest science and technology news stories by phys.org.

*The article has been translated based on the content of Phys.org – latest science and technology news stories by phys.org. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!