“Como eu gostaria de estar viva” Kim Na-young lembrou-se de sua mãe, que morreu de ataque cardíaco aos 35 anos.

Kim Na-young visitou o túmulo de sua mãe com seus filhos

A locutora Na-young Kim lembrou-se de sua mãe, que morreu de ataque cardíaco aos 35 anos.

Em ‘Brave Solo Parenting – I Raise’ da JTBC, que foi ao ar no dia 24, Kim Na-young e seus filhos Shin-woo e Lee-jun estavam procurando o túmulo de sua mãe. Nesse dia, a Na-young Kim começou a chorar enquanto derramava álcool no túmulo de sua mãe, e as crianças lhe mostraram como confortá-la.

Kim Na-young disse: “Shinwoo e Lee Joon-yi estavam curvados um ao lado do outro, e meu coração estava muito complicado.” “Fiquei orgulhoso do roubo quando meus filhos cresceram e também pensei: ‘Como seria se minha mãe estivesse viva?'”

Depois leu as palavras escritas na lápide com as crianças e disse: “Eu também tenho mãe. Minha mãe tem 53 anos. Mas ele morreu em 1988 ”, expressando sua saudade de sua mãe, que faleceu com apenas 35 anos.

A mãe de Kim Na-young, que faleceu com 35 anos de idade

Sobre a época em que sua mãe faleceu, ele disse: “Foi um dia antes da cerimônia de entrada da escola primária, e eu me lembro muito disso. A cerimônia de posse do falecido ex-presidente Roh Tae-woo estava sendo transmitida pela TV. foi a última vez. ”

A mãe de Kim Na-young, que tinha um coração fraco, teve um ataque cardíaco. “Ninguém me disse que minha mãe havia falecido”, disse ele. Acho que ele não me contou porque eu era muito jovem para me machucar e me assustar. Mas eu sabia de tudo. Acho que terminei com a minha mãe no meu coração ”, disse ele calmamente.

Kim Na-young diz que se lembra de sua mãe pelo toque

Além disso, falando sobre sua memória de sua mãe, ele disse: “Não tenho muitas memórias porque nos separamos quando éramos muito jovens. Lembro-me da sensação que minha mãe me deu uma garfada. Cada vez que converso com meus filhos, Penso muito no passado ”, lembrou.

“Minha mãe me deu à luz e me criou quando eu era muito mais jovem do que sou”, disse ele. Eu terminei com meu filho quando ele era mais novo do que eu, mas enquanto estava criando meus filhos, pensei: ‘A estrada que minha mãe seguiu deve ter sido muito pesada.’ ”

Seo Eun-hye Editora Freelance [email protected]


Source: HuffPost South Korea – Athena by www.huffingtonpost.kr.

*The article has been translated based on the content of HuffPost South Korea – Athena by www.huffingtonpost.kr. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!