Covid: Guiana registra níveis de mortes nunca antes alcançados

JODY AMIET via AFP

A Guiana registra níveis de mortes relacionadas a Covid nunca alcançados antes (hospital de Cayenne na Guiana por JODY AMIET via AFP)

GUIANA – “A Guiana nunca registrou tantos óbitos e internações em terapia intensiva” desde o início da epidemia de Covid-19, alertou nesta sexta-feira, 24 de setembro, o boletim epidemiológico da Public Health France.

Durante os últimos sete dias, “21 guianenses sucumbiram à Covid-19, um número nunca alcançado” alertou a ARS em um comunicado à imprensa, um nível de mortalidade e hospitalização que ultrapassa o experimentado no pico da primeira onda.

Sob forte tensão por parte da população e da equipe de enfermagem anti-machado, os diretores e chefes de departamento dos três hospitais da região, onde atualmente estão internados 130 pacientes para Covid-19, incluindo 31 casos graves, alertaram na quarta-feira na frente da imprensa contra o risco geral de “triagem de pacientes”.

“Estou tentando entender por que as pessoas não querem ser vacinadas enquanto estamos sofrendo de ondas cada vez mais graves”, expressou quarta-feira na Guiana o 1º Didier Guidoni, diretor do hospital de Saint-Laurent du Maroni.

Uma “falta de confiança nas autoridades locais”

Neste território de 300.000 habitantes, onde um em cada dois habitantes tem menos de 25 anos, a vacinação ainda luta com “30,5%” de vacinados entre os maiores de 12 anos segundo dados oficiais. É a cobertura vacinal mais baixa das regiões francesas, com Guadalupe.

“30% da população adulta com certeza não será vacinada” indicou o último estudo do Institut Pasteur da Guiana, explicando esta situação pela “falta de confiança nas autoridades locais” e na “vacina”, e por uma sensação de “ proteção ”adquirida durante ondas anteriores de Covid-19.

O ministro do Exterior, Sébastien Lecornu, é aguardado nesta sexta-feira e até 28 de setembro na Guiana. Ele vai viajar para o Hospital Cayenne no sábado para ver a situação e enviar uma mensagem aos cuidadores.

As autoridades registraram mais de 250 mortes relacionadas à Covid-19 na Guiana desde o início da pandemia, um quarto das quais nos últimos 45 dias.

Veja também em The HuffPost: Anúncio de choque “Don’t Get Vaccinated” do Real-Fake Undertaker


Source: Le Huffington Post by www.huffingtonpost.fr.

*The article has been translated based on the content of Le Huffington Post by www.huffingtonpost.fr. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!