Dados de 700 milhões de usuários do LinkedIn são compartilhados gratuitamente no Telegram

Um banco de dados contendo dados de mais de 700 milhões de usuários, que se acredita ter sido coletado do LinkedIn, vazou esta semana, três meses depois de hackers tentou vender esses mesmos dados.

Os dados são atualmente compartilhados gratuitamente em canais privados do Telegram na forma de um arquivo torrent contendo cerca de 187 GB de dados.

A análise dos dados mostrou que eles eram autênticos. Os dados vazados incluem nomes de perfil do LinkedIn, ID do LinkedIn, URLs de perfil do LinkedIn, dados de localização (cidade, estado) e endereços de e-mail.

A grande maioria dos dados são informações publicamente disponíveis e não representam uma ameaça para os usuários do LinkedIn. No entanto, os dados vazados incluem endereços de e-mail que geralmente não estão disponíveis publicamente no site do LinkedIn.

Associados a nomes de usuário, endereços de e-mail e outras informações vazadas são uma mina de ouro para cibercriminosos e fraudadores que veem executivos ou funcionários que trabalham em setores confidenciais da empresa, como o setor financeiro ou equipes de segurança, como alvos potenciais.

Felizmente, não há endereços de e-mail de todos os usuários cujos dados vazaram, o que significa que a grande maioria dos dados não tem valor.

Desta vez, o LinkedIn não anunciou os dados vazados, mas o fez em junho deste ano, quando a empresa anunciou oficialmente anúncio. Na época, o LinkedIn disse que não houve comprometimento dos dados, mas que os dados foram extraídos do LinkedIn, mas também de outros sites.

Realisticamente, o fato de os dados publicamente disponíveis coletados do LinkedIn poderem ser “enriquecidos” por endereços de e-mail de outras fontes não é algo que o LinkedIn pode controlar, nem a empresa pode ser responsabilizada.

Incidentes com recuperação de dados de sites estão se tornando mais comuns, e algo semelhante aconteceu com dados de usuários do Clubhouse, Instagram e Facebook.



Source: Informacija.rs by www.informacija.rs.

*The article has been translated based on the content of Informacija.rs by www.informacija.rs. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!