Desastre do carvão na Sibéria: 52 mortos


De acordo com as informações obtidas, o pó de carvão do poço de ventilação pegou fogo na madrugada e 11 pessoas morreram em decorrência do enchimento da mina com a fumaça.

A operação de resgate lançada para salvar os sobreviventes também terminou em tragédia. A equipe de resgate também perdeu contato com a superfície e pelo menos 3 tripulantes morreram. No acidente amarelo, 285 pessoas estavam na mina, e embora a maioria delas tenha conseguido escapar, 49 pessoas afetadas pela fumaça foram hospitalizadas.

Poucas horas depois do acidente, tanto a agência de notícias estatal russa Tass quanto a Interfax, de propriedade privada, relataram que o número de mortos aumentou para 52 na noite de quinta-feira, quando uma fonte de serviços de emergência disse a Tass “ninguém sobreviveu”.

Não se sabe quantos resgatadores estavam entre os mortos. A agência de notícias privada russa Interfax citou uma fonte dizendo que parte da equipe de busca ficou sem oxigênio.

As atividades de exploração foram interrompidas devido ao alto acúmulo de gás metano na mina.


Source: Dünya Gazetesi by www.dunya.com.

*The article has been translated based on the content of Dünya Gazetesi by www.dunya.com. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!