Desenvolvimento de novos medicamentos no mercado global contra linfoma

[사진=헬스코리아뉴스 D/B]
[사진=헬스코리아뉴스 D/B]

[헬스코리아뉴스 / 박민주] Foi descoberto que o novo medicamento que as principais empresas farmacêuticas multinacionais estão desenvolvendo com mais dedicação é um tratamento para o linfoma (medicamento anticâncer). Esta é a parte onde você pode ler a tendência de desenvolvimento de novos medicamentos no mercado global.

Este é o resultado da análise do estado de todos os ensaios clínicos aprovados pelo Ministério da Segurança Alimentar e de Medicamentos em 2021. No ano passado, foram aprovados 1.350 ensaios clínicos, dos quais 203 eram a fase 3 final.

Como resultado da análise de 203 ensaios clínicos de fase 3, os ensaios clínicos direcionados a pacientes com linfoma (12 casos) foram os mais comuns. Existem muitos tipos diferentes de linfoma, mas o prognóstico dos pacientes é ruim, então há uma grande demanda por novos medicamentos. É por isso que as empresas farmacêuticas multinacionais são especialmente apaixonadas pelo desenvolvimento de medicamentos anticâncer para o linfoma.

Empresas que estão mais ativas no desenvolvimento de medicamentos anticâncer para o linfoma em 2021 Roche Coréiafoi em dezembro e junho do ano passado, a empresa lançou três ‘Mosunetuzumab’, ‘Polatuzumab Vedotin’ em julho e ‘Glofitamab’ em fevereiro. Quatro ensaios clínicos de fase 3 para o medicamento foram aprovados.

‘Mosunetuzumab’ é uma imunoterapia biespecífica que tem como alvo o anticorpo CD20 na superfície das células B e o anticorpo CD3 na superfície das células T. A fase 3, aprovada em dezembro, será conduzida em pacientes com linfoma não-Hodgkin de células B agressivo recidivante ou refratário.

‘Polatuzumab vedotin’ é um medicamento conjugado anticorpo-droga (ADC) que se liga ao CD79b expresso nas células B e induz a morte celular. Em outubro de 2020, foi aprovado na Coréia com o nome de ‘Polivy’. Os indivíduos da fase 3, aprovados em julho, são pacientes com linfoma difuso de grandes células B recidivante / refratário.

O clopitamab é um anticorpo biespecífico que tem como alvo o CD20 na superfície das células B e o CD3 na superfície das células T. É administrado a pacientes com linfoma difuso de grandes células B recidivante / refratário.

Uma subsidiária da Eli Lilly Loxo Oncology(Loxo Oncology) ‘Pirtobrutinibe’ (LOXO-305) foi aprovado para 4 ensaios clínicos de fase 3 (março, julho, setembro e outubro) em um ano. O pirtobrutinibe é um inibidor da tirosina quinase de Bruton (BTK). Todos os ensaios clínicos relevantes são conduzidos pela IQVIA Coreia, uma agência de remessa de ensaios clínicos.

Os indivíduos clínicos de ‘pirtobrutinib’ foram: ▲ pacientes com leucemia linfocítica crônica / linfoma de linfócitos pequenos que haviam sido tratados anteriormente com um inibidor de BTK ▲ pacientes com linfoma de células do manto que não haviam sido tratados anteriormente com um inibidor de BTK ▲ pacientes com tratamento crônico anterior Pacientes com leucemia linfocítica / linfoma de linfócitos pequenos ▲ Pacientes com leucemia linfocítica crônica não tratada / linfoma de linfócitos pequenos, etc.

Empresa farmacêutica alemã Morfose(Morphosys) recebeu aprovação para o ensaio clínico de fase 3 de ‘Tafasitamab’ (Tafasitamab, MOR208) através do INC Research South Korea e Novotech Asia Korea, respectivamente, em março último.

INC Research South Korea tem como alvo pacientes com linfoma folicular recidivante / refratário (R / R) graus 1-3a ou linfoma de zona marginal R / R, enquanto a Novotech Asia Korea tem como alvo o linfoma difuso de grandes células B (DLBCL) recém-diagnosticado. Os ensaios clínicos são realizados em pacientes de alto risco intermediário e alto, respectivamente. ‘Tafacitamab’ é um anticorpo monoclonal humanizado que tem como alvo o CD19 e foi recentemente designado como um medicamento órfão pelo Ministério da Segurança de Alimentos e Medicamentos.

Estados Unidos da América Seattle Genetics e Japão Takeda PharmaceuticalEstados Unidos, uma subsidiária da Millennium desenvolvido em conjuntoBrentuximabe Vedotin (SGN-35) também foi aprovado para a fase 3 em janeiro do ano passado. O ensaio está sendo conduzido pela Pharmaceutical Research Associates Korea, uma agência de ensaios clínicos, e se destina a pacientes com linfoma difuso de células B grandes (DLBCL) recidivado ou refratário.

‘Brentuximab vedotin’ é um conjugado anticorpo-droga (ADC) que tem como alvo o CD30. É uma droga anticâncer que conecta um anticorpo monoclonal anti-CD30 e ‘auristatina’, um agente de apoptose. Em 2013, foi aprovado e comercializado na Coréia sob o nome de ‘Acetris’.

Além disso, os EUA MEI PharmaO zandelisibe, um inibidor oral seletivo da PI3K delta (PI3Kδ) em desenvolvimento, foi aprovado para um ensaio clínico de fase 3 em junho pela Parexel Korea, uma comissão de ensaio clínico. O sujeito era um paciente com recidiva de linfoma não-Hodgkin indolente (iNHL).

O entusiasmo das empresas farmacêuticas pelo desenvolvimento de tratamentos para o linfoma também se reflete no status das aprovações de novos medicamentos. No ano passado, um total de 40 medicamentos foram aprovados como novos medicamentos pelo Ministério de Alimentos e Segurança de Medicamentos, e 5 deles eram medicamentos relacionados ao linfoma.

Esses medicamentos são ▲ AstraZeneca Korea’s Calquence (nome do ingrediente Acalabrutinibe, aprovado em fevereiro) ▲ Servier Korea’s Oncaspar (Nome do ingrediente: Pegaspargase, aprovado em fevereiro) ▲ Novartis Korea’s ‘Kymria’ (KYMRIAH, nome do ingrediente tisagenlecleucel, aprovado em março) ▲ Antenjin’s ‘ Xpovio Tablet ‘(Xpovio, nome do ingrediente: Selinexor, aprovado em julho) ▲ Ono Pharmaceutical Coréia’ Bee ‘Rexbru Tablet 80mg’ (Velexbru, nome do ingrediente tirabrutinibe, Tirabrutinibe, aprovado em novembro), etc.

Todos os ensaios clínicos domésticos conduzidos por empresas farmacêuticas multinacionais são ensaios clínicos multinacionais conduzidos pela matriz, e nenhuma empresa farmacêutica nacional iniciou a fase 3 de medicamentos anticâncer para linfoma no ano passado. Ensaios clínicos relacionados ao linfoma aprovados por empresas farmacêuticas nacionais incluem Curocell ‘CRC01’ Fase 1/2 (fevereiro), ImmuneOncia ‘IMC-002’ Fase 1 (março) e Mito Immune Therapeutics ” MIT-001 ‘LP’ fase 2a ( Março) e ‘AT101’ fase 1/2 da Abclone (dezembro) foram 4 casos, e foi um ensaio clínico em estágio inicial.

Um funcionário de uma pequena empresa farmacêutica disse em um telefonema para o Health Korea News no dia 4: “Se você olhar para os novos medicamentos que estão sendo desenvolvidos por empresas farmacêuticas multinacionais, poderá ler as tendências recentes de desenvolvimento de medicamentos no mercado global.” O desenvolvimento ainda é uma fase solo para as empresas multinacionais, mas como as empresas nacionais também estão aumentando seus investimentos em P&D, acho que a competição será possível nos próximos cinco anos ou mais. ”

Copyright © Health Korea News Reprodução não autorizada e redistribuição proibida


Source: 헬스코리아뉴스 – 더뉴스 by www.hkn24.com.

*The article has been translated based on the content of 헬스코리아뉴스 – 더뉴스 by www.hkn24.com. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!