Do Galaxy S2 ao S21 – isso aconteceu em dez anos

O desenvolvimento de smartphones tem estado em um ritmo frenético nos últimos dez anos. De várias maneiras, os telefones estão na vanguarda do desenvolvimento de computadores e foram os primeiros a apresentar tecnologia de ponta.

Agora que alcançamos uma certa estagnação natural, pode ser hora de olhar para trás e ver o que realmente aconteceu em uma década. Parte do desenvolvimento pode ser difícil de expressar em preto e branco, pois as especificações contam apenas parte do progresso.

Por uma questão de simplicidade nesta análise básica, comparamos o clássico Galaxy S2, carro-chefe da Samsung no verão de 2011, com o modelo atual da série S: Galaxy S21 Ultra. O Galaxy S2 foi equipado com o primeiro Exynos da Samsung. Foi um chip poderoso na época que substituiu o Hummingbird.

A Exynos tinha um processador dual-core de 1,2 GHz com tecnologia de fabricação de 45 nm. Dez anos depois, a Exynos oferece tecnologia de fabricação de 5 nm, oito núcleos e frequências de clock de até 2,9 GHz. A memória de trabalho foi aumentada dezesseis vezes, de 1 GB para 1,16 GB.

Ao mesmo tempo, a RAM se tornou muito mais rápida e eficiente em termos de energia. Passamos de LPDDR2 para LPDDR5 e as velocidades de transferência de cerca de 2,6 GB / s para pouco mais de 50 GB / s. O armazenamento cresceu de 16 GB (muito para a época) para 512 GB – 32 vezes mais.

A tela é, obviamente, outro grande passo em frente. O Galaxy S2 tinha uma tela Super AMOLED Plus de 4,3 polegadas com proporção de aspecto de 16: 9, 480 x 800 pixels e 217ppi. Ofertas do Galaxy S21 Ultra 4,2 milhões mais pixels do que seu predecessor de dez anos. A densidade de pixels aumentou de 217ppi para 516ppi. O painel é gigantesco com seus 6,8 polegadas, embora a relação de aspecto signifique que uma comparação direta com polegadas não pode ser feita.

Outras coisas que aconteceram em dez anos: Passamos do Bluetooth 3.0 para o 5.2, do micro-USB para o USB-C, do HSDPA para o 5G, e de apenas GPS para GPS e GLONASS, Galileo e BeiDou. Outras inovações são a autenticação biométrica baseada em ultrassom, classificação NFC, UWB e IP68. O Galaxy S2 não tinha autenticação biométrica.

Em relação à fotografia e gravação de vídeo, é como noite e dia entre os telefones. O S2 tinha uma única câmera traseira de 8MP com entrada de luz baixa e sensor de tamanho pequeno. Em vez disso, o Ultra tem uma câmera de 108 MP, uma câmera super grande angular de 12 MP e lentes telefoto com zoom ótico de até 10x.

A capacidade da bateria pode desempenhar um papel menor neste contexto do que a vida da bateria, mas em qualquer caso, a bateria cresceu de 1650mAh para 5000mAh. Mas nem tudo melhorou. O Galaxy S2 tinha bateria removível, slot para cartão de memória, saída para fone de ouvido e um formato bem mais homogêneo – para quem acha que isso é uma vantagem.


Source: Swedroid by swedroid.se.

*The article has been translated based on the content of Swedroid by swedroid.se. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!