É hora de substituir seu sistema ERP legado?


Os sistemas de planejamento de recursos empresariais (ERP) existem desde a década de 1990, ajudando as organizações a gerenciar e integrar processos de negócios. No entanto, à medida que as empresas implementam transformação digital estratégias, será essencial que o CIO/CTO dê uma olhada no status do sistema ERP atual, que em muitas empresas ainda é um sistema legado no local usado para gerenciar RH, finanças, compras e outras tarefas críticas.

Capacidade Digital Transformadora e Altas Expectativas do Consumidor Exigem Sistemas ERP atualizados

A pandemia acelerou significativamente o impulso para a transformação digital em todos os setores. Nos últimos anos, as expectativas dos consumidores mudaram e as empresas estão se adaptando para atendê-las. Também houve uma mudança nas relações empregador-empregado. Os trabalhadores têm mais influência agora, então os empregadores estão procurando maneiras de melhorar a experiência do funcionário.

Os sistemas ERP afetam consumidores e funcionários

Os sistemas ERP são um fator relevante na experiência do consumidor e do funcionário, bem como uma parte central do esforço de transformação digital da organização. O acesso aos melhores aplicativos de negócios pode ajudar as empresas a operar com agilidade e melhorar o valor e a velocidade do serviço e/ou entrega do produto. Além disso, o uso de tecnologias avançadas como IA e aprendizado de máquina pode simplificar as tarefas de rotina para melhorar a experiência do funcionário.

Um sistema ERP genuinamente moderno, desenvolvido especificamente para operar na nuvem, pode liberar as empresas das limitações impostas pelos sistemas ERP legados que confinam os usuários a um único ecossistema e não podem acomodar facilmente os mais recentes aplicativos de negócios baseados em nuvem sem soluções alternativas extensas. Um sistema ERP moderno também pode remover limitações do roteiro de tecnologia da empresa.

Sinais de que seu sistema ERP legado deve ser substituído

Se você está procurando maneiras de acelerar sua jornada de transformação digital e melhorar a agilidade organizacional, avaliar o status do sistema ERP é um excelente ponto de partida.

Aqui estão três sinais que o informarão se o sistema que sua empresa usa precisa ser substituído:

  1. Você está gastando mais tempo e dinheiro modificando a(s) configuração(ões) e customização(ões) do ERP para acomodar mudanças em seus processos de negócios: Um sinal claro de que o sistema ERP já passou do prazo de validade é se você está vendo um aumento no tempo e dinheiro que os departamentos estão gastando na modificação de configurações ou personalizações na solução de ERP para que ela reflita as mudanças em seus processos de negócios. Além disso, isso geralmente aumenta os gastos do fornecedor, pois os representantes de serviço do fornecedor são chamados para ajudar os funcionários a ajustar a solução de ERP.
  2. Você está encontrando integrações de dados cada vez mais complexas: À medida que os usuários de negócios implementam tecnologias mais recentes para melhorar os fluxos de trabalho, pode ficar caro em termos de tempo e dinheiro para integrar dados. Os ERPs legados carecem de tecnologias de integração mais recentes, como APIs que simplificam os fluxos de dados. Como resultado, você pode ver um aumento nos projetos de integração, pois os proprietários de processos de negócios precisam de soluções alternativas para fazer seus aplicativos funcionarem com o ERP.
  3. Os funcionários estão insatisfeitos com o sistema ERP: Os sistemas ERP herdados tendem a ter formulários complexos com vários campos, de modo que os funcionários acham difícil realizar tarefas rotineiras, como preencher planilhas de horas e enviar relatórios de despesas. Se você não tiver certeza de como os funcionários se sentem ao usar o sistema ERP, é uma boa ideia fazer uma pesquisa com os usuários. Se houver um alto grau de insatisfação, é sinal de que pode ser a hora de atualizar o sistema ERP.

Qualquer um desses sinais é motivo suficiente para considerar uma atualização. No entanto, o uso de consultores para adequar o ERP às mudanças nos processos de negócios pode rapidamente se tornar caro e demorado — e há altos custos para criar integrações e soluções alternativas.

As fontes de insatisfação dos funcionários devem ser tratadas como um problema de retenção e também como forma de liberar o tempo dos funcionários para tarefas mais estratégicas.

Avançando em direção a uma estratégia de ERP componível

Em 2020, o Gartner cunhou o termo “ERP componível” para descrever uma abordagem de ERP que incorpora agilidade e flexibilidade ao integrar vários aplicativos e plataformas. O Gartner descreve o conceito como uma estratégia moderna que permite que empresas de médio porte se adaptem rapidamente quando os mercados são interrompidos e se preparam para o crescimento, alcançando um equilíbrio entre flexibilidade e um sistema mais “monolítico”.

Do ponto de vista do CIO/CTO, a questão da plataforma é grande porque os líderes de tecnologia querem minimizar as restrições de software empresarial em seu próprio roteiro digital. Infelizmente, ainda não existe um sistema ERP combinável onde todos os aplicativos de negócios são plug-and-play com integrações que ocorrem perfeitamente na nuvem porque não há um padrão comum para comunicação de aplicativos.

Um sistema ERP com infraestrutura que pode ser executado na nuvem

De acordo com Empresa de pesquisa do Grupo Tambelliniexistem alguns sistemas ERP com uma infraestrutura projetada especificamente para rodar na nuvem. Os sistemas ERP baseados em nuvem que simplificam a integração de soluções pontuais (como finanças, gestão de talentos, etc.) aproximam-se mais da ideia de ERP combinável.

As tendências tecnológicas geralmente são cíclicas, e o ERP combinável representa a desvinculação definitiva dos aplicativos de negócios, o próximo estágio do ciclo após os ERPs legados criarem uma solução de mega-suite para substituir soluções pontuais antigas, como sistemas de contas a pagar e contas a receber.

A nuvem possibilita que as organizações escolham as melhores soluções pontuais, ao mesmo tempo em que colocam o ônus sobre os fornecedores para lidar com a integração na nuvem. Essa é uma proposta atraente para CIOs e CTOs.

O que os líderes de tecnologia devem procurar em uma atualização de ERP

O espaço do ERP está em fluxo, mas se você estiver no mercado para uma atualização do ERP, lembre-se de que uma plataforma moderna baseada em nuvem que não exige que você acesse os serviços do fornecedor quando precisar personalizar os fluxos de trabalho economizará tempo e dinheiro. Além disso, as soluções sem código e com pouco código são ideais, e os fornecedores devem estar dispostos a permitir que você teste sua funcionalidade.

Perguntas a fazer a potenciais fornecedores

Além disso, pergunte aos fornecedores em potencial sobre o roteiro e a visão do produto. É fundamental obter uma leitura precisa de como eles imaginam o futuro em termos de interação com o software. Além disso, é essencial certificar-se de que eles tenham uma ideia clara de para onde o mercado está se movendo e uma boa leitura sobre sua indústria vertical (ou seja, quais aplicativos de negócios você usa) e as necessidades associadas dos clientes.

Ignore os pretendentes da nuvem

Além disso, fique atento aos “pretendentes de nuvem”, que são provedores de soluções que dizem que seu produto é baseado em nuvem quando é basicamente apenas uma solução de hospedagem. Muito poucas soluções de ERP são construídas desde o início para serem executadas na nuvem, mas muitas afirmam que podem mover facilmente os processos do cliente para a nuvem quando estão realmente descrevendo a hospedagem em vez da verdadeira operação na nuvem.

Como você aumentará sua produtividade geral?

Por fim, certifique-se de que a solução de ERP em potencial melhora a satisfação e a produtividade do usuário. Por exemplo, em um caso de uso do mundo real, um município com aproximadamente 55.000 funcionários usou uma solução ERP baseada em nuvem para automatizar o envio de planilhas de horas, economizando 10 minutos por semana para cada usuário. Isso se traduziu em milhões em produtividade recuperada.

Conclusão

Muitos exemplos mostram os benefícios da substituição do sistema legado com o qual você trabalha agora, que trará a você um enorme potencial de economia com a satisfação do consumidor e do funcionário e a produtividade geral.

Conquistar o vasto potencial de economia que um ERP moderno e projetado na nuvem pode oferecer é uma possibilidade interessante ao alcance de uma empresa. Com o sistema certo, você pode melhorar a experiência do funcionário, reduzir a dependência de consultores de fornecedores e diminuir a demanda por projetos de integração, tudo ao mesmo tempo.

Portanto, se você está pensando em substituir seu sistema ERP legado, lembre-se dessas possibilidades.

Crédito da imagem: por Ivan Cujic; Pexels; Obrigada!


Source: ReadWrite by readwrite.com.

*The article has been translated based on the content of ReadWrite by readwrite.com. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!