É quanto seu aluguel pode aumentar agora que há uma inflação alta

o inflação está dificultando a recuperação da crise econômica causada pela COVID-19. Quando parecia que tudo estava começando, um aumento sem precedentes na eletricidade tem pressionado os demais setores, situando a inflação de outubro em 5,5%, seu nível mais alto por quase 30 anos.

Em teoria, esta situação vai relaxar no próximo ano e não vai durar muito tempo, mas enquanto isso os cidadãos já o sentem no bolso. No carrinho de compras, nas contas que pagam, no abastecimento de gasolina … e também no pagamento o aluguel. Como o preço dos aluguéis costuma estar associado ao IPC, e com isso tão alto, os proprietários já estão repassando aos seus inquilinos.

Quanto você pode aumentar seu aluguel? Isso é legal? Você pode reivindicá-lo? Vamos ver isso.

O que você pode conseguir pagar

Muitos inquilinos, vendo que muitas pessoas já viram o preço do aluguel subir, temem o que pode acontecer com eles. Embora você tenha que ter algumas coisas claras.

A primeira coisa é que Seus senhorios não podem vir um dia e de repente aumentar o preço do aluguel para você. Pois, de acordo com a lei, isso só pode ser feito se, ao término do contrato vigente, for feito um novo. Quer dizer, quando um ano for completado, que geralmente é a duração normal dos contratos.

Portanto, se você assinou em abril, junho ou qualquer mês diferente de novembro ou dezembro de 2020, eles não poderão aumentar o preço imediatamente. Portanto, acalme-se.

Contudo, Quanto você pode aumentar seu aluguel? É conveniente que você reveja bem as cláusulas do contrato, pois existem diferentes formas de atualizar o preço com base no IPC. O normal é que seja feito de acordo com o acordo firmado entre as duas partes, que está de acordo com o IPC.

Sim a ascensão nunca pode ser maior do que a variação experimentada pelo IPC na data em que o contrato é atualizado. Ou seja, se bater em você em outubro; Eles não podem aumentar seu aluguel em novembro mais do que 5,5% do preço que você paga hoje.

Em quanto isso pode se traduzir? Bem de acordo com um estudo do portal imobiliário Idealista, em média, pode haver um aumento nos aluguéis na Espanha 450 euros por ano, cerca de 38 euros por mês. Isto tendo em conta que o preço médio do aluguer no nosso país é de 738 euros por mês.

Porém, como é lógico, quem pagar mais do que a média terá um aumento maior. Mas, como décimo, nunca pode ultrapassar o aumento do IPC.

Assim, vemos como o mercado imobiliário fica difícil novamente em nosso país, especialmente para os jovens, que têm dificuldade de acesso. O mercado de compra e venda está explodindo com o maior número de operações desde o auge da bolha, e o mercado de aluguel, também em colapso em algumas cidades, vai sofrer aumentos por conta da alta do IPC e da nova Lei da Habitação.


Source: El Blog Salmón by www.elblogsalmon.com.

*The article has been translated based on the content of El Blog Salmón by www.elblogsalmon.com. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!