Ele foi absolvido após cumprir 43 anos de prisão

Kevin Stickland foi condenado por assassinato. Qual foi a punição errada. Este negro inocente foi libertado após 43 anos. Este negro passou 43 anos na prisão sem qualquer culpa.

O negro de 72 anos não está sendo indenizado após mais de quatro décadas de prisão gratuita. Na terça-feira, o juiz ordenou a libertação de Kevin.

Kevin foi condenado em 1989 por matar três pessoas. Os jurados eram todos brancos. Após 43 anos, os promotores públicos disseram no início deste ano que Kevin era inocente. O veredicto do júri estava errado. O juiz James Welsh ordenou então sua libertação imediata.

“Não estou zangado”, disse Kevin, após ser libertado da prisão. Eu sei, basta. Mas fui capaz de criar emoção em você. Esse tipo de emoção provavelmente nunca lhe ocorreu antes. “Kevin disse:” Minhas alegrias, tristezas e medos estão acontecendo.

A única evidência contra Kevin foi o depoimento da testemunha ocular Cynthia Strickland. Cynthia foi a única testemunha ocular.

Ele disse ao tribunal que tinha visto Kevin. Cynthia disse mais tarde que a polícia a forçou a fazer isso. Então ele disse o nome de Kevin. Mais tarde, ele chamou repetidamente a atenção de todos para este assunto. Ele morreu em 2015.

Outros dois foram condenados por envolvimento nos assassinatos. Eles também disseram que Kevin não estava envolvido nos assassinatos de forma alguma. Eles mencionaram os nomes dos outros dois. Mas eles não foram punidos.

Houve um júri negro durante o primeiro julgamento. Ele disse a Kevin para ir embora. Durante o segundo julgamento, todos os três jurados eram brancos. Eles decidiram que Kevin era culpado.

Dois líderes republicanos, o procurador-geral Eric Schmidt e o governador do Missouri Mike Parson, se opuseram à libertação de Kevin. Eles tentaram impedir esse lançamento.

Tricia Rojo Bushnell, diretora do Midwest Innocent Project, disse que a libertação de Kevin foi adiada. Nenhuma compensação está sendo paga pelos 43 anos que ele passou na prisão sem qualquer culpa.

A regra do Missouri é que apenas um teste de DNA pode provar que alguém foi enviado por engano para a prisão.

“Não é justo”, disse Bushnell. Acho que aqueles que mostraram tanto interesse por esse assunto certamente farão a pergunta: nosso judiciário deve ser assim? ‘

(Dhaka Times / 24 de novembro / AZ)


Source: Dhakatimes24 Online by www.dhakatimes24.com.

*The article has been translated based on the content of Dhakatimes24 Online by www.dhakatimes24.com. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!