Em Berlim, o assassino canibal condenado à prisão perpétua

Ele tinha sido preso pela polícia de Berlim em novembro de 2020, suspeito de ter assassinado e cometido atos de canibalismo em um homem de 43 anos, mecânico que havia desaparecido dois meses antes. Stefan R. acaba de ser condenado por “assassinato” e “Quebra da paz dos mortos”, em sentença proferida nesta sexta-feira, 7 de janeiro de 2022. O Tribunal Estadual de Berlim o condenou à prisão perpétua.

O réu, um professor de matemática de 42 anos, conheceu sua vítima por meio de um aplicativo de namoro e o fez ir ao seu apartamento em Berlin-Pankow antes de drogá-lo em GHB, matá-lo e depois cortar seu corpo. e espalhe os pedaços pelos diferentes bairros da capital alemã.

Fantasias canibais

De acordo com Matthias Schertz, o presidente do tribunal, Stefan R. “Idéias desenvolvidas de matar e canibalismo”, visitando fóruns online sobre o assunto, e supostamente assassinou sua vítima “Para viver suas fantasias de canibalismo”. Uma serra de ossos e facas especializadas foram encontradas por investigadores em seu apartamento. Os promotores, que foram julgados a favor pelos juízes, disseram que Stefan R. cortou os genitais da vítima com a intenção de comê-los, sem, no entanto, poder estabelecer se ele havia realizado ou não seu plano.

O acusado contestou as acusações, alegando que encontrou a vítima morta em seu sofá depois que ela passou a noite em sua casa. Ele se justificou não ter chamado a polícia ou uma ambulância, porque deveria ter revelado sua homossexualidade.

O tribunal considerou que a sua responsabilidade por este crime era “Particularmente sério”, o que implica que não poderá beneficiar de uma libertação condicional, uma vez que é habitual que seja aplicada automaticamente após quinze anos na Alemanha.

Inscreva-se no boletim informativo Slate

O último caso de canibalismo que chegou às manchetes alemãs remonta a 2015 e envolve um policial que havia matado e massacrado, a seu pedido, outro homem que conheceu em um fórum de discussão dedicado à antropofagia.


Source: Slate.fr by www.slate.fr.

*The article has been translated based on the content of Slate.fr by www.slate.fr. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!