Energia nuclear de nova geração: a UE terá de investir “500 mil milhões”


As centrais nucleares europeias de nova geração vão exigir um investimento de “500 mil milhões até 2050”, considera o comissário europeu para o Mercado Interno Thierry Breton, que considera “crucial” abrir a rotulagem verde à energia nuclear como parte da transição energética. “As usinas nucleares existentes, por si só, exigirão 50 bilhões de euros de investimento até 2030. E 500 bilhões até 2050 para as de nova geração!”, afirma o comissário francês em entrevista ao semanário francês Le Journal du dimanche (JDD) .

A 31 de dezembro, a Comissão Europeia apresentou um projeto de rotulagem verde para centrais nucleares e a gás, que visa facilitar o financiamento de instalações que contribuam para o combate às alterações climáticas. Essa classificação, ou “taxonomia”, define áreas de investimento que se beneficiarão dos rótulos verdes. No entanto, o objetivo europeu de neutralidade carbónica em 2050 implica a mobilização de investimentos colossais: a taxonomia está desenhada para permitir a obtenção de financiamento em condições favoráveis.

Para Thierry Breton, “incluir a energia nuclear na taxonomia é, portanto, crucial para permitir que o setor atraia todo o capital de que precisará”.

Leia tambémEnergias renováveis: alternativas verdes, um mercado do futuro?

“Uma revolução industrial”

“A transição ecológica levará a uma revolução industrial de escala sem precedentes. Além de uma corrida por capital entre as diversas fontes de energia – só as energias renováveis ​​terão que mobilizar 65 bilhões de euros de investimentos por ano, por exemplo. Será necessário somam-se a isso 45 bilhões de investimentos anuais para adquirir infraestrutura de rede adicional”, estimou.

Enquanto 26% da eletricidade produzida na UE hoje é de origem atômica, ele estima que “a energia nuclear representará pelo menos 15% do total (do mix energético) em 2050”.

O assunto é alvo de acalorados debates entre os Vinte e Sete, uma dezena de países – a França na liderança – promovendo ativamente a energia nuclear em face de Estados muito relutantes ao átomo civil, como a Alemanha ou a ‘Áustria. A Comissão enviou o seu projecto de texto, debatido durante meses e ainda provisório, aos Estados-Membros em 31 de Dezembro. O texto estabelece condições, nomeadamente um prazo: para a construção de novas centrais atómicas, os projectos devem ter obtido uma licença de construção antes 2045.

(Com AFP)


Source: Challenges en temps réel : accueil by www.challenges.fr.

*The article has been translated based on the content of Challenges en temps réel : accueil by www.challenges.fr. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!