Fabricante de Snickers chama Taiwan de país e pede desculpas à China | AGORA


A Mars Wrigley, a empresa por trás da Snickers, M&Ms e Mars, pediu desculpas na China porque a empresa chamou Taiwan de país em um anúncio da Snickers. A China vê o estado insular, que na verdade é independente desde 1949, como uma província renegada e exige que as empresas nomeiem Taiwan como parte da China.

Snickers nomeou Taiwan um país durante um evento com a boy band sul-coreana BTS. Isso foi realizado fora da China, mas os vídeos do evento imediatamente receberam muita atenção na China. Mars Wrigley então se ajoelhou no Sina Weibo, um serviço semelhante ao Twitter. Em mensagem, a empresa americana não apenas se desculpou, mas também afirmou que havia pedido ao seu departamento asiático para ajustar os textos nos sites.

Após o pedido de desculpas, Mars Wrigley veio com uma segunda mensagem. Nele, a empresa disse que “respeita a soberania e a integridade territorial da China” e adere estritamente a todas as leis chinesas. “Existe apenas uma China neste mundo e Taiwan é uma parte inalienável do território da China”, acrescentou a empresa norte-americana.

Empresas são mais propensas a pedir desculpas à China

Nos últimos anos, o nacionalismo aumentou na China e as empresas foram forçadas a pedir desculpas com mais frequência pelo que são percebidos como insultos no país asiático. Em 2019, por exemplo, a marca de luxo francesa Dior teve que se desculpar por usar um mapa da China, onde Taiwan não estava, em uma apresentação.

Um ano antes, o site da Marriott na China teve que ser fechado por uma semana depois que uma pesquisa apontou Taiwan, Tibete e Hong Kong como países separados.

Muitas outras empresas também optaram por não irritar a China e se referir a Taiwan, por exemplo, como “Taiwan, China” ou “Taipé Chinês”. Sob esse nome, o país também participa das Olimpíadas por causa da pressão chinesa.

As tensões em torno de Taiwan aumentaram acentuadamente nos últimos tempos devido à visita à ilha da política americana Nancy Pelosi. A China está furiosa e vem realizando exercícios militares em torno de Taiwan há vários dias.


Source: NU by www.nu.nl.

*The article has been translated based on the content of NU by www.nu.nl. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!