Fucsovics estava cansado, não suportava o rei dos órgãos


Sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021 11h46

Marci Fucsovics, que veio de duas batalhas de cinco, lutou muito, mas estava cansado e não conseguiu derrotar o rei canadense do órgão Milos Raonic no Aberto da Austrália.

Aberto da Austrália, Rodada 3 (para o 16º lugar):
Milos Raonic (Canadá, 14.) –Martin Fucsovics 7: 6 (7-2), 5: 7, 6: 2, 6: 2

O líder da seleção húngara da Copa Davis disse adeus ao australiano Marc Polmans na segunda-feira e ao tricampeão do Grand Slam Stan Wawrinka da Suíça em uma batalha de cinco partidas na quarta-feira, passando um total de 8 horas e 12 minutos em campo nas duas reuniões. No ranking mundial, o 15º rei canadense do órgão – que também ficou em terceiro após sua final em Wimbledon em 2016 – havia perdido um total de um set contra o argentino Federico Coria e o francês Corentin Moutet, então ele poderia esperar mais relaxado pelo jogo de sexta-feira.

O oponente de trinta anos venceu os dois encontros anteriores, que foram disputados na grama em Stuttgart em 2018 e 2019. Há muito a ser dito sobre a carreira dos dois que, enquanto Fuchovich ganhou $ 3,5 milhões em prêmios em dinheiro até agora, Raonic está agora em quase US $ 20 milhões.

Os primeiros dois sets trouxeram uma batalha acirrada

A terceira partida, disputada na Arena em 1573, começou com agradáveis ​​23 graus e um público surpreendentemente reduzido, 55º da classificação. Ao mesmo tempo, Fucsovics foi saudado com um alto “cabelo, Hungria” entoado por um fan camp húngaro com bandeiras, perucas e lenços. O Raonic abriu estilisticamente com um ás de 210km / h e, em seguida, jogos de saque estáveis ​​em ambos os lados. Primeiro, o tenista de Nyíregyháza teve que fazer breakball a 3: 4, depois, no encurtamento que encerrou o jogo, puxou o canadense para 5-0 e daí já havia puxado o set de 56 minutos.

A batalha do servo permaneceu na sequência, as corridas de bola mais longas foram esparsas e o intervalo tão esperado (2: 0) finalmente veio junto, Raonic perdeu seu servo pela primeira vez durante o torneio deste ano. Mas o rival de 196 centímetros com sua palma magnificamente controlada e forte como uma bomba, e imediatamente se recuperou. Já parecia que se aproximava outro tie-break, quando o cada vez mais confiante tenista de Nyíregyháza acertou duas bolas paradas como apostador e acertou a segunda com uma palma fantástica.

Depois de duas horas apertadas, as partes embarcaram no terceiro ato, no qual o húngaro de 29 anos largou seu servo aos 2: 2 e depois pediu cuidados em seu quadril direito aos 2: 5. O set logo arrebatou longe, no entanto, e o canadense permaneceu a todo vapor, avançando para 5: 1 no quarto game em uma velocidade relâmpago, e Fuchovich – que foi parado no ano passado pelo superastro Roger Federer na oitava final em Melbourne – só poderia trazer um boom daqui. A reunião durou 3 horas e 11 minutos.


Source: molcsapat.hu by molcsapat.hu.

*The article has been translated based on the content of molcsapat.hu by molcsapat.hu. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!