‘Google paga a empresas francesas de mídia 76 milhões de euros por notícias’ | AGORA


O Google chegou a um acordo com um grupo de 121 empresas francesas de mídia para pagar um total de 76 milhões de euros nos próximos três anos para fornecer notícias, segundo documentos da Reuters. O acordo encerrou anos de rivalidade, mas foi amplamente criticado.

O fato de haver um acordo comercial entre o Google e a associação comercial da mídia francesa APIG já havia sido anunciado, mas nenhum detalhe financeiro havia sido fornecido.

Muitas empresas de mídia francesas estão irritadas com o acordo com o Google. Eles acham que o negócio não é transparente e injusto. Incluindo a agência de notícias francesa AFP e outros meios de comunicação franceses não afiliados às 121 empresas de mídia já estão preparando novas ações contra o Google.

O acordo entre o Google e a mídia francesa prevê o pagamento de 22 milhões de euros por ano ao coletivo de empresas de mídia nos próximos três anos. Além disso, o Google pagará às empresas um total de EUR 10 milhões em troca da promessa de não cobrar do Google por nenhuma violação de direitos autorais nos próximos três anos.

O acordo entre o Google e a APIG decorre de uma lei de direitos autorais europeia que o governo francês já implementou. Essa lei exige que as principais plataformas de tecnologia negociem com as empresas de mídia sobre as taxas de cópia de notícias.

Austrália também quer fazer os gigantes da tecnologia pagarem

As empresas de mídia em outros países estão olhando com interesse para o negócio na França, uma inovação mundial. O Google quer pagar taxas em mais países por oferecer notícias aos usuários do mecanismo de busca.

Na Austrália, um projeto de lei será enviado ao parlamento na próxima semana exigindo que empresas como o Google e o Facebook paguem às empresas de mídia pelo uso das notícias. A discussão entre o governo australiano e o Google sobre o projeto de lei ficou tão acalorada recentemente que o Google ameaçou fechar o mecanismo de busca para uso na Austrália. O Google vê a conta como “impraticável”.

As empresas de mídia na Alemanha e na Espanha já tentaram fazer o Google pagar pela cópia, mas não tiveram sucesso. As empresas de mídia alemãs perderam um processo contra o Google em 2019, no qual exigiram 1 bilhão de euros em custos de direitos autorais de 2013.


Source: NU by www.nu.nl.

*The article has been translated based on the content of NU by www.nu.nl. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!