In het Wild: Toyota Crown Estate Athlete V

O mais grosso e o último vagão de estação

Uma perua com tração nas rodas traseiras e seis em linha grossa só pode ser um alemão. Contudo? Errado, porque os carros não são muito mais japoneses do que este Toyota Crown Athlete Estate!

Diga ‘Toyota Crown’ e muitas pessoas verão imediatamente um sedã imponente e nada esportivo dos anos setenta ou oitenta. Não surpreende, porque nessa forma o modelo também é usado na Europa. Nesta seção, já passaram regularmente coroas que atendem a esta descrição.

A coroa de hoje, localizada por Arjen Wijnbergen, é de uma ordem diferente. Para começar, é uma cópia de 2003, décadas após o modelo ter desaparecido dos mercados europeu e americano. Este carro quase certamente veio direto do Japão quando recebeu suas placas holandesas em 2019.

Última Propriedade

Além disso, o Crown em questão não é um sedan, mas uma perua. Agora, isso não é único no mundo da Toyota Crown, porque as propriedades também eram de gerações anteriores. No entanto, isso certamente não se aplica a todas as gerações e o sedan continuou a dominar as classificações de vendas em todos os momentos. Este Crown Estate em particular é baseado na décima primeira geração da Crown e esta é a última geração da qual apareceu uma versão de perua. Esta edição foi, portanto, continuada ao longo de quase toda a carreira de seu sucessor sem vagão de estação, até quatro anos após a versão sedan deste modelo ter desaparecido de cena.

Linhas de modelo

Depois, há o ‘Atleta’ que adorna o bumbum desta Coroa. A Toyota desde cedo ofereceu diferentes linhas de modelos, o que é muito comum hoje em dia. Os compradores da Crown poderiam, portanto, escolher entre um atleta real chique e um atleta mais esportivo. A versão mais desportiva pode ser reconhecida, entre outras coisas, pelos seus pára-choques e saias laterais totalmente moldados por injecção e desportivos. Este espécime específico também tem rodas grandes e parece ser rebaixado.

Turbo

Como um comprador da Crown, você não tinha escolhas ruins no campo dos motores, porque cada Crown desta geração recebeu um motor em linha de seis cilindros. Quem vai importar um Crown Estate, claro, não vai optar pela versão mais mansa, por isso o comprador holandês deste carro branco optou pelo Crown Estate mais poderoso que era oferecido na época. Isso significa que há um motor 2,5 litros 1JZ sob o capô que, graças a um turbo, atingiu o máximo de 280 cv no Japão na época. Isso diz pouco sobre o poder real, que, apesar desse acordo, muitas vezes acaba sendo muito maior.


Source: AutoWeek by www.autoweek.nl.

*The article has been translated based on the content of AutoWeek by www.autoweek.nl. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!