Nawaiam, o videogame para RH que seduz a Iberdrola, entra no metaverso


Jogos de vídeo para melhorar as capacidades cognitivas dos mais pequenos, alguns de fisioterapia para adultos ou idosos, ou outros para melhorar a aprendizagem. Hoje o setor ‘gamer’ não existe apenas para entretenimento, mas também evoluiu para poder ajudar em diferentes processos. Nawaiam, empresa de origem argentina que está há quase dois anos na Espanha, busca substituir a processos tradicionais de seleção de pessoal de Recursos Humanos por meio de seu videogame. A empresa fundada por Javier Krawicki e Horacio Llovet pretende dar um passo além e nos próximos meses eles lançarão a segunda versão do jogo feita no metaverso.

É um videogame que em 15 minutos detecta o perfil comportamental das pessoas para dois grandes processos de recursos humanos: a atração de talentos ou a avaliação interna de pessoal. através de missões, o jogador se torna um ‘super-herói’ e deve cumprir objetivos para salvar o mundo de uma catástrofe natural com base em sua tomada de decisão. Em seguida a empresa obtém um ‘dashboard’ (painel de gestão) onde pode gerir toda a informação obtida através do videojogo e realizar rankings de compatibilidade. Todos os seus clientes acessam o mesmo jogo e têm todas as informações fornecidas pela Nawaiam disponíveis, a diferença entre as empresas é que elas gerenciam dependendo da ação que precisam.

Quando começaram, há oito anos, o funcionamento deles era diferente. Eles nasceram como uma plataforma que auxiliava a inserção laboral de jovens por meio da tecnologia. No entanto, após cinco anos operando dessa forma, eles sentiram que algo precisava mudar: “Eles estavam avaliando o talento do presente e do futuro com ferramentas do passado”, diz ele. Javier Krawicky, CEO da empresa. Por isso, a evolução de seus primeiros projetos se tornou Nawaiam. Após o término do jogo, a empresa obtém resultados que “são muito mais naturais e genuínos do que um teste de 80 perguntas. Jogando você pode ser você mesmo e isso dá confiabilidade no processo”, enfatiza o diretor executivo.

A startup lançará a segunda temporada de seu jogo no metaverso e terá 95% de acerto na seleção de pessoal para empresas.

Agora vão aderir à revolução tecnológica à qual também aderiram Mark Zuckenberg, CEO da Meta (antigo Facebook), e lançará uma segunda versão de seu videogame no metaverso. Este universo paralelo multidimensional é vivido através da realidade virtual, web 2.0, terceira dimensão e realidade aumentada e terá os mesmos objetivos de sua primeira edição. O CEO explica a este meio que vão continuar a trabalhar em histórias que antes “pareciam ficção científica, mas que já percebemos” como a pandemia, navios que chegam à lua, abrigos, entre outros.

Esta ‘segunda temporada’ estará disponível nos próximos meses e sua finalidade é agregar mais credibilidade e criar processos mais ágeis ao processo de seleção de pessoal. O jogo atual cria um perfil de comportamento com 89% de precisão, e agora com o do metaverso atingirá uma precisão de 95%. Tal foi a sua revolução nos processos que são várias as empresas que aderem à startup e dão o salto para novos métodos. Entre eles, conquistaram a Iberdrola, Telefónica, Nuclio, McDonald’s, Bimbo, a gigante japonesa Epson, a ótica francesa, Alain Afflelou, Insud Pharma, Atrápalo, Coca-Cola, entre outras.

Nos dias de hoje trabalham em 15 países e seus clientes utilizam seu modelo B2B para processos internos e/ou externos. Por exemplo, Bimbo usa para a parte interna, Iberdrola para atração de talentos e McDonald’s para ambos. Durante os últimos anos a empresa optou por expandir para que mais clientes como esses conheçam seu videogame. Foi em 2020 quando desembarcou em Espanha (pouco antes do início da pandemia) para transformar o nosso país no ‘hub’ que os aproximaria da Europa. Em meados de 2021 desembarcaram nos Estados Unidos para disponibilizar essa ferramenta no mercado norte-americano e ser capaz de expandir seus serviços em toda a América.

Nawaiam promete economia nos custos de diferentes processos como atração de talentos em quase 38%. Ele insiste que isso afeta os tempos de processo (reduz em 50%) porque as empresas podem acessar o ranking rapidamente. A startup ainda está em fase de crescimento com seus novos negócios e em 2021 faturaram apenas 500.000 dólares (quase 440.000 euros). Este ano o principal objetivo em termos de volume de negócios será multiplique esse resultado por dez. Do lado da inovação, 2022 será focado em melhorar o painel para os clientes, adicionando habilidades e recursos a ele, além de refinar sua primeira temporada e lançar o segundo metaverso. “Vamos desenvolver novos produtos e buscar mais internacionalização. Nosso objetivo é ajudar na transformação digital do RH”, conclui.


Source: LA INFORMACIÓN – Lo último by www.lainformacion.com.

*The article has been translated based on the content of LA INFORMACIÓN – Lo último by www.lainformacion.com. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!