Nissan Barcelona está perto de se tornar um centro de eletromobilidade, mas ainda há jogadores no tabuleiro

As conversas continuam a determinar o futuro da Nissan Barcelona, e por enquanto há duas opções que quase certamente serão escolhidas: o projeto da fabricante de motocicletas elétricas Silence na fábrica de Montcada e o pólo de eletromobilidade da QEV Technologies para assumir a Zona Franca e Sant Andreu.

Mas, assim como a Grande Muralha, A QEV Technologies pede as mesmas condições em relação à ajuda pública.

Os principais projetos de reindustrialização da Nissan Barcelona

Silêncio

Conforme explicado em uma declaração do CCOO de Catalunya, existem dois projetos muito maduros, mas eles não são os únicos:

  • Silêncio: Este projecto opta pela Fábrica Montcada e existe já um acordo sobre a emissão de bens na falta de fixação do valor económico e determinação das condições dos trabalhadores.
  • Hub de la catalana QEV Technologies: Este é o projeto industrial prioritário para assumir a Zona Franca e Sant Andreu, sem descartar Montcada para estamparia. No entanto, é necessário realizar um estudo de viabilidade do projeto juntamente com uma série de requisitos econômicos e organizacionais.
  • Soco: Nos últimos dias este projeto teve reuniões com a consultoria KPMG e com o Hub para ver a possível compatibilidade dos dois projetos, mas segundo o sindicato, a Belgian Punch não vê os seus negócios tão compatíveis por serem considerados concorrência direta. Na carta que enviaram à mesa, além de explicarem esta questão, voltaram a sublinhar o interesse manifestado que continuam a ter na reindustrialização das três actuais fábricas da Nissan.

Também está em cima da mesa a proposta de Mecalux, com um projeto relacionado à logística, opção que a CCOO não vai estudar no momento: “Para nós, a prioridade continua sendo os projetos industriais onde o emprego gerado é mais estável”, disse o sindicato.

Neste cenário, a QEV Technologies pretende investir 1.000 milhões de euros numa primeira fase e promete a criação de 1.800 empregos, mas pede um nível mínimo de ajuda pública de 20% do investimento.

Soco
A liderança de Punch, com Andy Palmer na extrema esquerda.

Sua proposta, que aspira a ser vencedora, envolve a criação de um ecossistema para fabricar carros elétricos e vans junto com fabricantes como Hispano Suiza, Lupa Motors ou Inziley Ronn Motor.

No dia 21 de janeiro, a mesa da reindustrialização se reunirá novamente para tentar tomar uma decisão. Há 15 dias, o último Nissan fabricado na Espanha saiu da linha de montagem, marcando o fim de uma era.

Em Motorpasión | As origens do Nissan Z Proto: do Datsun 240Z ao Nissan 400Z abrangem 50 anos de história alucinante dos carros esportivos


Source: Motorpasión by www.motorpasion.com.

*The article has been translated based on the content of Motorpasión by www.motorpasion.com. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!