O Defensor do Povo atacou o “Decreto Plum” no RCC

A Advogada do Povo contestou no CCR o ato normativo que faz do SRI um “órgão especial de investigação criminal” – a chamada Portaria Plum de 2016, aprovada pela Assembleia da República.

SRI, chegando mais perto!

A decisão da Advocacia do Povo vem depois que na semana passada a Câmara dos Deputados adotou “intempestivamente, após 5 anos de abandono, a lei que aprova o polêmico GEO nº. 6/2016, pelo qual o Governo concedeu ao Serviço de Inteligência Romeno o estatuto de “órgão especial de investigação criminal”, atribuindo assim a um serviço secreto de inteligência, um papel ativo no processo penal, fato suscetível de afetar os direitos fundamentais dos cidadãos , incluindo o direito a um processo justo ”, consta de declaração assinada pelas associações de magistrados.

Juiz Gabriela Baltag: “Segurança” está de volta

Aqui está o documento assinado pelo Advogado do Povo:


Source: Cotidianul RO by www.cotidianul.ro.

*The article has been translated based on the content of Cotidianul RO by www.cotidianul.ro. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!