“O fogo fratricida causou mortos e feridos”


Marti, 16 de agosto de 2022, agora 22h27

2561 leituras

A Procuradoria-Geral da República tornou público na terça-feira, 16 de agosto, pela primeira vez, o primeiro volume da acusação do “Arquivo da Revolução”, motivando o elevado interesse por “um momento de máxima importância na história da Romênia”.

No documento de 340 páginas, os promotores acusam novamente o ex-presidente Ion Iliescu, Gelu Voican Voiculescu e o general aposentado Iosif Rus, ex-comandante da aviação militar, por crimes contra a humanidade.

“Não há provas relevantes da existência de terroristas em dezembro de 1989”

De acordo com a acusação, os promotores concluíram que a presença de terroristas em dezembro de 1989 não foi comprovada em nenhum dos “milhares de arquivos” instrumentados ao longo do tempo.

“Ao corroborar com as demais provas do expediente, a conclusão é a mesma. Após 22 de dezembro de 1989 – 16 horas, o fogo fratricida causou mortos e feridos. Não há provas capazes de comprovar que no intervalo entre 22 de dezembro -30 de novembro de 1989 houve terroristas ou qualquer outra força que realizou ações hostis à revolução e aos revolucionários. A análise de todos os depoimentos de testemunhas e feridos (milhares de depoimentos) referentes ao período de 22 a 30 de dezembro de 1989 revela que muitos dos entrevistados (militares e civis) relataram que durante esse período lutaram, de uma forma ou de outra, com “os terroristas”. No entanto, a análise lógica e leal de toda a evidência do expediente revela que, sob a influência da psicose securista-terrorista, essas pessoas avaliaram de forma errônea as situações concretas em que se encontravam.A realidade é que não há evidências relevantes da existência de terroristas em dezembro em 1989″, afirma a acusação enviada ao tribunal.

Os investigadores mostram que, para a edificação do estado de fatos de 22 a 30 de dezembro de 1989, foi administrado como prova, incluindo a súmula dos aspectos decorrentes das investigações realizadas pelo Ministério Público Militar, no período de 1990 a 1994, nos processos relativos aos fatos de dezembro de 1989, elaborados pelo Ministério Público Militar.

“Esta análise estabelece com pertinência que a psicose securista-terrorista e o incêndio fratricida foram as causas das mortes e ferimentos de 22 a 30 de dezembro de 1989. As pessoas que geraram e mantiveram a psicose não foram indicadas (o material foi elaborado em 1994, quando no poder havia precisamente aqueles que deveriam ter sido responsabilizados por enganar), mas argumentou-se sem dúvida que a psicose apareceu e foi amplificada pelas pessoas que fizeram intervenções televisivas e emitiram comunicados. análise de um número de 2.317 casos criminais com o objetivo de matar ou ferir algumas pessoas. Os fatos retidos são de grande importância, especialmente porque a pesquisa foi feita relativamente pouco tempo após o desenrolar dos fatos. Além disso, a síntese estabeleceu inequivocamente que não havia terroristas em dezembro de 1989. Sua existência não foi comprovada em nenhum dos milhares de arquivos instrumentados ao longo do tempo”, o mencionar, de acordo com TVR.

A acusação também afirma que o ex-segurança sabia “exatamente” onde Nicolae e Elena Ceausescu estavam após a fuga de helicóptero em dezembro de 1989 e não tentou salvá-los antes do julgamento em que foram condenados à morte. De acordo com as testemunhas, houve várias tentativas de assassinato contra os Ceaușescus antes do “julgamento falso”.

Os promotores também concluíram que o chamado “grupo Iliescu”, que assumiu o poder político na Romênia em dezembro de 1989, pretendia remover o ex-ditador Nicolae Ceauşescu, mas manter o país na esfera de influência da antiga União Soviética.


Source: Breaking News – Cele mai importante stiri – Ziare.com by ziare.com.

*The article has been translated based on the content of Breaking News – Cele mai importante stiri – Ziare.com by ziare.com. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!