O motorista, que colidiu com a escolta nos EUA, fugia de outro lugar – Mundo – Notícias

O motorista do carro, que colidiu com uma procissão pré-natalina em Waukesha, Wisconsin, no domingo, será acusado de cinco casos de homicídio doloso. De acordo com a agência AFP, as autoridades norte-americanas anunciaram isso na segunda-feira. A tragédia custou 48 vidas, além de pelo menos cinco vidas.

Foto: ,

A polícia está revistando a cena em Waukesha, Wisconsin.

O chefe da polícia local Daniel Thompson relatou nesta terça-feira (CET) que o suspeito discutiu com seu parceiro pouco antes do incidente, afirmando que “não há evidências de que tenha sido um ato terrorista”.

Uma transmissão online do desfile da cidade e imagens capturadas pelos participantes capturaram um SUV vermelho quando ele rompeu as barreiras e se dirigiu em alta velocidade para a estrada onde a marcha tradicional aconteceu. Estiveram presentes muitos habitantes locais, incluindo famílias com crianças. O motorista bateu na parte da procissão onde a orquestra do colégio marchava, seguida por membros da Associação das Mães Antigas. O motorista foi detido logo após o incidente, acrescentou a AFP.

De acordo com a AFP, os médicos temem um aumento no número de vítimas, já que dez feridos estão na unidade de terapia intensiva e seis estão em estado crítico.

polícia Wisconsin Consulte Mais informação A batida do carro contra a escolta fez pelo menos cinco vítimas e dezenas de feridos

Entre os feridos estão 18 menores de três a 16 anos que foram levados para um hospital infantil em Milwaukee. “Os tipos de lesões variam de arranhões no rosto a fraturas e ferimentos graves na cabeça”, disse ela em entrevista coletiva. Amy Drendel, médica do departamento de emergência do Children’s Hospital of Wisconsin.

Entre as cinco vítimas conhecidas até agora, com idades entre 52 e 81 anos, estão quatro mulheres e um homem, acrescentou a AFP.

Batalha com uma faca

De acordo com os autos, o suspeito, Darrell Brooks Jr., já foi acusado de ameaçar outras pessoas em 2020, então em 5 de novembro por violência doméstica.

Mais tarde, ele foi libertado sob fiança de US $ 1.000, disse o promotor do condado de Milwaukee em um comunicado, reconhecendo que o valor era “excessivamente baixo, dada a natureza das acusações” contra Brooks.

De acordo com o Washington Post, que apelou a uma fonte policial no momento em que Brooks colidiu com as pessoas escoltadas, ele estava fugindo do local da batalha de faca.


Source: Pravda – Správy by spravy.pravda.sk.

*The article has been translated based on the content of Pravda – Správy by spravy.pravda.sk. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!