o padrão está prestes a ficar ainda mais complicado

HDMI 2.1a será a nova versão do padrão de áudio e vídeo digital que a organização responsável pelo padrão anunciou nas conferências pré-CES. E traz consigo um recurso de destaque. O ruim é que HDMI.org foi determinado para complicar a compreensão das especificações do padrão a níveis nunca vistos.

HDMI 2.1a inclui um novo recurso chamado Mapeamento de tom baseado na fonte (SBTM para breve). SBTM é um aprimoramento da tecnologia de faixa dinâmica HDR que permite que a fonte de vídeo (seja um PC ou console de jogo) manipule o mapeamento de tons HDR em uma tela, como um monitor ou televisão.

O SBTM deve reduzir a necessidade de calibração manual de HDR. deveria também melhorar a qualidade do vídeo e reduzir falhas em telas que exibem conteúdo HDR e SDR simultaneamente, algo bastante comum em tarefas de edição de vídeo ou transmissões ao vivo.

Em essência, o SBTM descarrega parte do processamento que o display manipulava anteriormente para o equipamento que envia o sinal. Muito focado na execução de videogames, ele deve permitir que os dispositivos combinem HDR, SDR e gráficos HDR dinâmicos para criar as imagens que os desenvolvedores programam.

Outra boa notícia é que esse recurso pode ser ativado sem ter que comprar novo hardware, uma vez que os fabricantes realizam as atualizações de firmware correspondentes. Além disso, qualquer cabo HDMI deve oferecer suporte a esse recurso.

HDMI 2.1a: gerenciamento padrão não é sério

HDMI é próximo a Display Port, a interface mais moderna e popular para conectar telas de exibição para computadores pessoais ou consoles de videogame e transporte de conteúdo de áudio e vídeo. O padrão tem melhorado (embora ainda esteja abaixo do Display Port no mundo dos PCs) e o HDMI 2.1a é um avanço adicional.

O problema é o a gestão das especificações da norma está a ser realizada pelo seu organismo promotor. Como dissemos a vocês recentemente quando falamos sobre Falso HDMI 2.1, não será necessário que um computador, monitor ou televisão para atender às especificações seja rotulado como HDMI 2.1a.

Não nos lembramos de caso semelhante, onde os fabricantes possam dizer que apóiam uma especificação industrial sem cumpri-la e que esta é consentida e promovida pela mesma entidade responsável pela norma que deve ser a fiadora de que os equipamentos que chegam ao mercado cumprem com especificações.

Em Christian: você vai ao seu varejista favorito; você paga um pacote por um monitor ou televisão HDMI 2.1a novo, você pode não ter suporte para o recurso SBTM mencionado acima e nem mesmo para os outros aprovados para HDMI 2.1. Parece apenas uma farsa para o consumidor.


Source: MuyComputer by www.muycomputer.com.

*The article has been translated based on the content of MuyComputer by www.muycomputer.com. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!