O país que quer a nacionalização das empresas de energia!

O Cazaquistão indicou na segunda-feira que está considerando a nacionalização de empresas de energia em dificuldades, após outra queda de energia que deixou milhares de moradores sem aquecimento em uma cidade fria do norte do país, informa a AFP.

“O presidente Kasîm-Jomart Tokaiev encarregou o primeiro-ministro Alihan Smailov de estudar a questão da nacionalização de ativos energéticos problemáticos”, escreveu o porta-voz do presidente em sua conta no Facebook.

‘A má gestão causa acidentes e apagões no fornecimento de energia elétrica’, acrescentou.

Desde o colapso da URSS em 1991, os sistemas de energia dos ex-países soviéticos da Ásia Central permanecem interconectados, mas às vezes estão desatualizados, apesar dos investimentos.

O governo cazaque indicou em outubro que a taxa de desgaste das redes elétricas regionais é de cerca de 65%.

Acidentes ocorrem regularmente em usinas elétricas, as perdas na transmissão de eletricidade permanecem enormes e o trabalho de modernização é frequentemente atrasado.

Desde domingo, vários milhares de residentes estão sem aquecimento a 30 graus negativos em Ekibastuz, no norte do país, na sequência de um acidente na central que abastece a cidade.

O porta-voz do presidente afirmou que os responsáveis ​​por este acidente devem ser “prestados à justiça”. arqui

O Cazaquistão, rico em petróleo, produz quase toda a sua eletricidade a partir de carvão, gás e energia hidrelétrica, mas precisa importar eletricidade, especialmente para abastecer o sul e o oeste do país.

Sob o presidente autoritário Nursultan Nazarbayev, no poder por três décadas, o setor de energia foi liberalizado, passando para as mãos dos oligarcas.

Em janeiro, uma grande queda de energia atingiu o Cazaquistão e os países vizinhos do Quirguistão e do Uzbequistão.


Source: Cotidianul RO by www.cotidianul.ro.

*The article has been translated based on the content of Cotidianul RO by www.cotidianul.ro. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!