o que consta na denúncia por injúria apresentada pelo deputado LFI


Ele havia anunciado uma ação legal. Depois de sua discussão acalorada com Cyril Hanouna ao vivo em Não toque em Minha TV no C8 de 10 de novembro, o deputado LFI Louis Boyard apresentou esta quarta-feira em Paris a sua queixa “por insulto público” contra o anfitrião.

“Rebaixar o indivíduo, mas também a sua função”

Nesta queixa com ação cível, a que a AFP teve acesso, o parlamentar de 22 anos incide o crime de “injúria pública por meio de comunicação ao público a um deputado eleito”, punível com multa de 12.000 euros . Ele critica Cyril Hanouna por tê-lo “insultado ao vivo por ter criticado o dono de seu canal” Vincent Bolloré.

Louis Boyard aponta cinco declarações do apresentador direcionadas a ele durante o show: “Seu idiota”; “Você é um idiota”; “Tocard vai”; “Jester vai”; “Você é um merda”. A denúncia visa Cyril Hanouna como autor principal, mas também Maxime Saada, presidente do conselho de administração do Canal Plus holding C8, pela retransmissão das declarações no site do canal.

Segundo a denúncia do MP, “os termos usados ​​por Cyril Hanouna assumem um caráter tão agressivo e ultrajante, em total decorrelação e desproporção ao debate inicial, que não podem, evidentemente, constituir simples qualificadores depreciativos ou pejorativos que se enquadram em um livre direito de crítica protegidos pela liberdade de expressão”. Ela insiste no fato de que esses insultos foram direcionados, uma circunstância agravante, a Louis Boyard como deputado, e acredita que esses comentários “levaram uma onda de ódio nas redes sociais” e levaram a “diminuir o indivíduo, mas também sua função” .

“A injúria pública por causa do mandato parlamentar é uma injúria direta à Nação e à República que deve ser sancionada pelos tribunais. É hora de lembrar esses limites a esse tipo de mídia”, comentou Me Arié Alimi que defende Louis Boyard comigo Jade Dousselin.

Cyril Hanouna se arrependeu sem se desculpar

Durante esta famosa transmissão de 10 de novembro, as trocas ao vivo entre Cyril Hanouna e Louis Boyard, ex-colunista do Não toque em Minha TV, havia degenerado quando o segundo acusou as “cinco pessoas mais ricas” da França de “empobrecer a África”, citando em particular Vincent Bolloré, dono do grupo Canal + e “amigo de 20 anos” de Cyril Hanouna. “Você é um merda” havia retrucado o apresentador do programa de sucesso – com 1,8 milhão de espectadores em média e picos de mais de 2 milhões – após chamar o deputado de “idiota”, “bobo da corte” e “tocard”.

Na segunda-feira seguinte, Cyril Hanouna e seus colunistas voltaram a atacar o jovem eleito, e o apresentador “lamentou os comentários insultuosos” que possa ter feito, sem se desculpar.

Louis Boyard, mas também Cyril Hanouna, anunciaram procedimentos legais visando o outro.


Source: Le Progrès : info et actu nationale et régionale – Rhône, Loire, Ain, Haute-Loire et Jura | Le Progrès by www.leprogres.fr.

*The article has been translated based on the content of Le Progrès : info et actu nationale et régionale – Rhône, Loire, Ain, Haute-Loire et Jura | Le Progrès by www.leprogres.fr. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!