O que deve ter em conta se vai fazer uma transferência internacional


É difícil enumerar as razões pelas quais qualquer pessoa pode estar interessada em fazer uma transferência internacional. Por um lado, existem pessoas que têm parentes e amigos que vivem além das fronteiras de seu país de residência e deles dependem financeiramente.

Também as pessoas que fazem negócios com empresas que possuem os produtos ou materiais de que precisam e eles não têm em mãos. De qualquer forma, é um mecanismo útil, mas que deve ser encarado com a cabeça fria e entendendo algumas teclas que detalhamos a seguir.

Nem todos os países são iguais

O país de destino do dinheiro que pretende enviar pode afetar as condições sob as quais você o faz, uma vez que nem todas as entidades bancárias têm os mesmos regulamentos e nem todos os governos têm os mesmos acordos. Para os países que pertencem à Área Única de Pagamentos em Euros (SEPA), como a Espanha, As despesas devem ser divididas entre o pagador e o beneficiário, o que significa que os bancos do emissor e do receptor cobrarão suas respectivas comissões de cada um, respectivamente. Além disso, o dinheiro estará disponível no próximo dia útil.

Em vez disso, para países não SEPAas despesas não são necessariamente compartilhadas, os prazos podem aumentar e seu banco deve informar o valor das comissões.

é irrevogável

Alguns dos campos a preencher aquando da realização da transferência destinam-se ao beneficiário do quantidade de dinheiro enviada como informação relevante para ele, não para a operação a ser realizada, mas é absolutamente imprescindível que o número da conta para a qual o dinheiro será transferido esteja correto, poise não haverá verificação secundária e o processo será realizado automaticamente.

Você precisa de vários dados

O banco deve fornecer, após a realização da operação, um referência que permite identificá-lo juntamente com a informação relativa ao beneficiário, a partir da data em que se considera recebida a encomenda. O seu valor na moeda utilizada e a discriminação de todas as despesas e comissões.

E se eu estiver errado?

Ao ser informado do erro, se for do usuário, o banco deve fazer um esforço para recuperar o dinheiro enviado, embora você precise do consentimento do destinatário ou de um mandato legal para devolvê-lo. Por outro lado, se é o banco que está errado, deve ser devolver o valor que não procedeu ao enviocomo se o pedido fosse duplicado.


Source: LA INFORMACIÓN – Lo último by www.lainformacion.com.

*The article has been translated based on the content of LA INFORMACIÓN – Lo último by www.lainformacion.com. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!