O sistema de jogo – o jogo de Janne Andersson com números

Muito se falou esta semana sobre qual caminho a seleção vai escolher após os três duros golpes – derrota para a Sérvia e dupla derrota para a Noruega na Liga das Nações – em junho.

Então Andersson quis dar um toque mais ofensivo ao jogo. O preço foi deficiências defensivas – e nem um pouco o dividendo daqui para frente que ele esperava

De volta ao básico agora? Ou um meio termo entre o velho e o novo? Ou o que?

— Você tem que olhar para as circunstâncias e começar pelos jogadores que tem em campo. Jogamos de muitas maneiras diferentes ofensivamente ao longo dos anos. Defensivamente, a posição inicial é 4–4–2 em uma defesa posicional.

Desempenho mais importante

— Podemos usar muitos sistemas numéricos diferentes, mas o mais importante é o que os jogadores fazem em campo e estão em sincronia. As diferenças em como jogamos em diferentes partidas às vezes são tão grandes, diz Andersson, medindo entre o polegar e o indicador.

— Os princípios são exatamente os mesmos amanhã. Estou procurando fazer o melhor para poder vencer a partida. É assim que todos os treinadores raciocinam.

Andersson não quer revelar como pretende abordar o encontro com a Sérvia, nem quer dar dicas sobre a equipe.

No entanto, aproveita para elogiar Isak Hien, defesa-central que estreia pela primeira vez na seleção.

— Isak teve um desenvolvimento impressionante e foi muito divertido segui-lo esta semana. Um jogador de duelo físico e forte, diz Andersson.

Victor Nilsson Lindelöf é um dado da equipe e poderia muito bem ter Hien ao seu lado.

— Não o vi jogar muito, mas tem sido divertido treinar com ele. Um jogador muito interessante, diz o capitão da equipe.

Isak Hien (centro) durante o treino da seleção masculina no estádio de Belgrado.

Calcanhar sueco no treinamento

A Uefa não permite espectadores na noite de sábado, não mais do que um certo número de jovens especialmente convidados que podem se juntar a seus líderes.

Algo que Janne Andersson lamenta quando recebe uma pergunta sobre o assunto de um jornalista sérvio na coletiva de imprensa.

— Triste, para os torcedores suecos. Há muitos fãs que nos seguem ao redor do mundo. Gostaríamos de tê-los aqui, mas não é algo que eu possa fazer, diz Andersson.

No entanto, vários adeptos suecos estiveram presentes no estádio Rajko Mitic e apoiaram a selecção nacional durante o treino. A Uefa permitiu 200 torcedores suecos para a partida, mas a Federação Sueca de Futebol recusou os ingressos por razões de segurança.


Source: nyheter24.se by nyheter24.se.

*The article has been translated based on the content of nyheter24.se by nyheter24.se. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!