O WhatsApp permitirá que você escolha o que deseja no backup

O WhatsApp não passa por seus melhores momentos de popularidade e reputação, seja por quedas tão notórias quanto a última, que levou o WhatsApp à frente, mas também Facebook e Instagram; pelas novas condições do serviço que muitos se recusam a aceitar e que o Facebook, ao que parece, não pode impor; mas acima de tudo por causa da empresa que dirige tudo, o Facebook, e sua imagem cada vez mais deteriorada.

No entanto, ele se move. Ou melhor, ninguém mexe, porque as massas continuam a preferir e usar o WhatsApp como se não houvesse amanhã e o Facebook se aproveita disso para pior, embora nem tudo dê errado. Na verdade, existem coisas que ele faz bem e a criptografia ponta a ponta, mesmo quando você tem que confiar que é como é dito por uma empresa que tem a mentira como bandeira, é uma delas.

O conhecido problema da criptografia ponta a ponta do WhatsApp está nos backups que muitos usuários salvam no Google Drive, para depois, quando trocarem de celular ou em eventualidade, poderem restaurar os dados e continuar como se nada tivesse acontecido . No entanto, ter criptografia de ponta a ponta é de pouca utilidade se os backups forem mantidos simples, como antes.

Pois bem, embora a novidade que muitos aguardam com relação a esse assunto seja a criptografia ponta a ponta nos backups, a empresa está preparando outras para complementá-la, como a possibilidade de escolha quais dados são salvos porque de acordo com comentários, o Google Drive pode estar prestes a mudar uma opção de capital.

Novos backups | Imagem: WABetaInfo

O boato é que O Google Drive deixará de oferecer armazenamento ilimitado para salvar backups do WhatsApp, opção que por enquanto se mantém e que dependendo do usuário pode representar um pico significativo no consumo de armazenamento na nuvem do Google, o que reduziria o 2 GB de espaço por usuário. O resto, às custas do espaço atual do serviço.

É por causa disso O WhatsApp implementará as preferências gerir quais os dados que integram as cópias de segurança da aplicação: imagens, áudios, vídeos, documentos, outros tipos de ficheiros … Caberá ao utilizador decidir quais os dados que tem interesse em guardar e quais não, conforme indicado no imagem acima.

Duas questões interessantes deixadas por esse problema seriam, se acabar sendo produzido, que tudo parece indicar que assim será:

  • O Google fecha a torneira dos usuários do WhatsApp quando vai deixar de espionar seu conteúdo, pois ele está criptografado.
  • O Facebook é tão ruim que não cuida desse backup, mas permite controles para o usuário encontrar a vida.

Source: MuyComputer by www.muycomputer.com.

*The article has been translated based on the content of MuyComputer by www.muycomputer.com. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!