OnePlus perdeu parte de sua identidade?

O OnePlus despertou grande interesse entre os entusiastas da tecnologia e em blogs de tecnologia quando o fabricante estreou pelo telefone “One” na primavera de 2014. O investimento havia sido anunciado apenas quatro meses antes.

A estratégia era simples no papel, mas ainda mais difícil de voltar para casa na prática: oferecer uma top model atraente por um preço muito mais baixo do que os carros-chefe de marcas estabelecidas e, assim, criar manchetes, construir uma marca e obter uma base de clientes fiéis. O artigo sobre OnePlus One causou muito debate sobre a Swedroid.

Mesmo se OnePlus retrocedesse no início, não importava, porque o plano era de longo prazo e a marca aparentemente tinha os gigantes Oppo e BBK por trás disso. O gênio do marketing Carl Pei, um dos fundadores, foi uma parte importante do sucesso inicial da OnePlus.

Pei disse logo no início que o objetivo sempre foi fazer o melhor telefone possível, embora o OnePlus aparentemente tenha feito alguns compromissos no início para baixar o preço. No longo prazo, a ambição parecia ser lançar carros-chefe completos com prêmios completos e competir com os gigantes.

No início, o OnePlus lançava apenas um telefone por ano, com uma exceção, o que certamente contribuiu para o hype. No outono de 2016, veio o primeiro modelo T, que era uma versão ligeiramente atualizada do telefone de primavera. Mas demorou até 2019 para que o OnePlus começasse a lançar dois telefones ao mesmo tempo: um modelo básico e um “Pro”.

A interface do OxygenOS era muito semelhante ao Android do Google, mas com mais recursos e configurações. Com o Android 11, o OnePlus começou a se desviar mais da aparência e do funcionamento do Android do Google. Hoje, OnePlus é oficialmente uma marca Oppo e os telefones do próximo ano farão uma fusão de Oppo ColorOS e OnePlus OxygenOS.

Tudo isso pode ser visto como um desenvolvimento lógico e resultado do sucesso da empresa. Nem tem que ser necessariamente algo negativo. Ao mesmo tempo, às vezes é possível ver postagens que OnePlus perdeu um pouco de sua identidade e charme e se tornou um no meio da multidão. As objeções dizem respeito, não menos importante, ao preço. O preço do OnePlus 9 Pro era de cerca de SEK 10.000 no lançamento – um longo passo em relação à pressão de preço inicial.

Os modelos Nord podem ser vistos hoje como uma espécie de sucessores espirituais dos primeiros telefones, que têm um preço mais baixo e desempenho aprovado. Uma pergunta para aqueles de vocês que usaram telefones OnePlus: o que o fez escolher o OnePlus para começar e você manteve seu interesse?


Source: Swedroid by swedroid.se.

*The article has been translated based on the content of Swedroid by swedroid.se. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!