Por que os EUA fotografaram seus próprios campos de concentração da Segunda Guerra Mundial

O presidente dos EUA, Franklin D. Roosevelt, aprovou a Ordem Executiva 9066 em fevereiro de 1942 – dois meses após o bombardeio do Japão à base da Marinha dos EUA em Pearl Harbor. Ele deu poder ao exército dos EUA para designar “áreas militares” estratégicas das quais qualquer e todas as pessoas consideradas uma ameaça poderiam ser removidas à força. Isso iniciou um processo de colocação de 120.000 nipo-americanos em campos de concentração durante a Segunda Guerra Mundial.

Para controlar a narrativa em torno da remoção, o governo criou um novo departamento, a War Relocation Authority, e contratou fotógrafos para documentar o processo. Uma dessas fotógrafas era Dorothea Lange, que se tornara famosa na década de 1930 por suas fotografias da Grande Depressão para a Farm Security Administration.

Suas imagens mostravam nipo-americanos nas semanas, dias e horas que antecederam seu encarceramento nos campos e capturaram expressões de dignidade, determinação e medo.

Shizuko Ina na fila para registrar sua família para “evacuação”, abril de 1942.
Dorothea Lange/Arquivos Nacionais dos EUA

A maioria das fotos espontâneas de Lange do processo de remoção não foram aprovadas para publicação pela War Relocation Authority e foram “apreendidas” durante a guerra. Eles não foram vistos amplamente até 1972, quando seu ex-assistente os tirou dos Arquivos Nacionais para uma exposição no museu sobre o encarceramento de nipo-americanos, chamada “Ordem Executiva 9066”.

As fotos se tornaram parte de um movimento de reparação para os nipo-americanos nas décadas de 1970 e 1980, que resultou na Lei das Liberdades Civis de 1988, um projeto de lei que aprovou reparações para os sobreviventes dos campos.

Leitura adicional:

Darkroom é uma série de história e fotografia que ancora cada episódio em torno de uma única imagem. Analisar o que a foto mostra (ou não mostra) fornece contexto que ajuda a desvendar uma história mais ampla. Assista os episódios anteriores aqui.

Você pode encontrar este vídeo e todos Vídeos do Vox no YouTube.


Source: Vox – All by www.vox.com.

*The article has been translated based on the content of Vox – All by www.vox.com. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!