Portugal fecha última usina a carvão bem antes do tempo

Boas notícias para o ambiente: Portugal encerrou a 19 de Novembro a sua última central a carvão. O país europeu decidiu acabar com a utilização deste combustível fóssil particularmente poluente na sua produção de electricidade. Uma etapa fundamental que vem após a COP26. Nesta cúpula do clima, os países membros concordaram para eliminar gradualmente a produção de eletricidade a partir do carvão na década de 2030 (para os países mais ricos) e na década de 2040 (para os mais pobres).

Mas Portugal, e mais particularmente a cidade do Pego, no centro do país, onde se localizava a última central a carvão, decidiu atacar com nove anos de antecedência. A associação ambientalista Zero acolheu bem esta decisão, acrescentando que “Libertar-se da maior fonte de gases com efeito de estufa foi um dia memorável para Portugal”. Mas essa vitória ainda precisa ser observada de perto.

Abrir caminho para o próximo pior combustível?

Em Portugal, entre 60 e 70% da eletricidade provém de fontes renováveis. Mas o país europeu ainda depende fortemente de combustíveis fósseis importados para atender a maioria de suas necessidades de energia.

Agora o temor é que a usina do Pego substitua o carvão por pellets de madeira a serem queimados. “Desistir do carvão apenas para passar para o próximo pior combustível claramente não é a resposta”, disse Francisco Ferreira, presidente da Zero. O desafio, diz Kathrin Gutmann, gerente de campanha da Europe Beyond Coal, é “Garantir que as concessionárias não cometam o erro de substituir o carvão por gás fóssil ou biomassa insustentável”. Para Francisco Ferreira, o foco hoje deve ser nas energias renováveis, como a eólica e a solar.

Inscreva-se no boletim informativo do Slate

Portugal torna-se o quarto país europeu a abandonar o carvão para produzir eletricidade. Junta-se à Bélgica, Áustria e Suécia.


Source: Slate.fr by www.slate.fr.

*The article has been translated based on the content of Slate.fr by www.slate.fr. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!