Primeiro-ministro de Israel falará sobre o Irã em reunião com Putin

O presidente russo, Vladimir Putin, receberá o primeiro-ministro israelense Naftali Bennett na próxima semana em Sochi para conversas sobre uma série de questões, incluindo o programa nuclear iraniano.

Moscou é um dos signatários do acordo nuclear de 2015, também conhecido como Plano de Ação Conjunto Conjunto.

“Os dois vão discutir uma série de questões diplomáticas, de segurança e econômicas envolvendo os dois países, bem como questões regionais importantes, principalmente o programa nuclear do Irã”, disse o gabinete de Bennett.

O ex-presidente dos EUA, Donald Trump, retirou-se do acordo em 2018 e voltou a impor sanções severas, levando Teerã a reverter gradualmente seus compromissos sob o acordo.

Bennett disse à Assembleia Geral das Nações Unidas no mês passado que Israel “não permitirá que o Irã adquira uma arma nuclear”.

Teerã diz que seu programa nuclear tem fins pacíficos.

O Reino Unido, China, França e Alemanha também fazem parte do acordo de 2015. Depois que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assumiu o cargo, as negociações começaram em Viena, em abril, para retomar o acordo, mas estão suspensas desde junho, quando o Irã elegeu o ultraconservador Ebrahim Raisi como presidente.

O ministro das Relações Exteriores do Irã, Hossein Amir Abdollahian, afirmou em Moscou na semana passada, durante conversas com o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, que espera que as discussões recomecem em breve na Áustria.

Lavrov observou que as negociações “devem ser retomadas o mais rápido possível” e pediu a Washington que retorne às suas obrigações sob o acordo.

Esta será a primeira visita oficial de Bennett à Rússia desde que assumiu o cargo em junho, após os 12 anos consecutivos de seu antecessor Benjamin Netanyahu como primeiro-ministro.

Netanyahu se gabava de sua amizade com Putin e era um visitante frequente da Rússia.

Putin parabenizou Bennett depois que ele tomou posse e disse que a cooperação russo-israelense ajudaria a fortalecer “a paz, a segurança e a estabilidade no Oriente Médio”.


Source: Iran Front Page by ifpnews.com.

*The article has been translated based on the content of Iran Front Page by ifpnews.com. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!