Quando a investigação terminará? – Bhorer Kagoj

É muito doloroso que a investigação sobre o assassinato do casal de jornalistas Sagar-Runi não tenha sido concluída e o julgamento não tenha sido realizado por nove longos anos. Embora o relatório da investigação neste caso estivesse programado para ser apresentado ao tribunal em 3 de fevereiro, ele não foi entregue. O RAB demorou 6 pontos do tribunal para apresentar o relatório da investigação. Eles dizem que estão investigando muito seriamente. Nos últimos 9 anos, mais de 150 pessoas foram presas na investigação deste caso. Não é incomum que as duas famílias tenham dúvidas sobre como obter justiça, pois não houve progresso na investigação de longo prazo sobre os assassinatos. Após o trágico assassinato, o ultimato do Ministro do Interior para pegar o assassino, o movimento da comunidade jornalística exigindo justiça não deu frutos. Por muito tempo, as forças de segurança não conseguiram desvendar o mistério do assassinato. O mistério deste assassinato é um exemplo do grande fracasso das agências de aplicação da lei do país. Os corpos mutilados de Sagar Sarwar, editor de notícias da Mashranga Television e Meherun Runi, repórter sênior da ATN Bangla, foram recuperados de uma casa alugada em West Rajabazar, na capital, em 11 de fevereiro de 2012. Naquela época, seu único filho, de 5 anos. o velho Mahir Sarwar Megh, estava em casa. Indo para o local, o então Ministro do Interior, Sahara Khatun, disse que os assassinos seriam presos em ’48 horas ‘. Dois dias depois, o então IGP Hasan Mahmud Khandaker disse, “um progresso significativo foi feito.” O progresso dessas 48 horas não era conhecido mesmo em 9 anos. As investigações sobre o caso foram realizadas por várias organizações no país, tanto quanto os Estados Unidos. Não apenas os corpos foram recuperados das sepulturas, mas as agências de aplicação da lei foram implantadas em todos os ramos da investigação. Mas o fruto é zero. Nenhum progresso de investigação visível. Se os assassinos foram identificados ou quando a investigação pode terminar – mesmo depois de tantos anos, ninguém tem as respostas para essas perguntas. Um caso de assassinato foi registrado na delegacia de Sher-e-Bangla Nagar em conexão com o assassinato. Enam Ahmed também conhecido por Humayun Kabir, Rafiqul Islam, Bakul Mia, Mintu também conhecido por Bargira Mintu, também conhecido por Masum Mintu, Kamrul Hasan Arun e Abu Saeed estão agora na prisão após terem sido detidos no caso. O suposto amigo de Rooney, Tanvir Rahman, foi preso em 1 de outubro de 2012 e libertado sob fiança em 2 de setembro de 2014, após passar dois anos na prisão. Palash Rudra Pal, o porteiro da casa onde Sagar-Runi foi morto, também está solto sob fiança. Não há chance de manter o mistério do assassinato de Sagar-Runi sem solução, esse assassinato deve ser levado à justiça.

SH


Source: Bhorer Kagoj by www.bhorerkagoj.com.

*The article has been translated based on the content of Bhorer Kagoj by www.bhorerkagoj.com. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!