Quem explora o lítio no Chile?

Ilustração da foto: Unsplash (Pedro Henrique)

O Chile ocupa o segundo lugar no mundo quando se trata de exploração de lítio. As autoridades deste país veem “salvação” no lítio e esperam que o aumento da produção, atualmente o minério mais popular do mundo, ajude no desenvolvimento e progresso do país, bem como no aumento da quota de mercado. Ao mesmo tempo, eles pretendem destronar a Austrália, que é o maior produtor mundial de lítio.

Para cumprir a meta estabelecida, em outubro de 2021, eles ofereceram novos contratos para a exploração das maiores reservas de lítio do mundo. Afirmou-se então que as empresas vencedoras da licitação ganham sete anos para pesquisa e desenvolvimento do projeto e 20 anos para produção.

Alguns meses depois, chegou do Chile a notícia de que as duas empresas cumpriram todas as condições e venceram a licitação e poderiam explorar o lítio por um total de 121 milhões de euros.

Segundo a mídia mundial, a empresa A “BID Chile SpA” da China ganhou o concurso por 61 milhões de euros, enquanto a outra empresa “Servicios i Operaciones Mineras del Norte SA”, que foi fundada no Chile, ganhou o segundo concurso por 60 milhões de euros. Cada uma dessas empresas pode explorar 80.000 toneladas de lítio.

Resta saber se e como o lítio será extraído neste país no futuro, porque mudanças sérias estão ocorrendo. Nomeadamente, no final de 2021, os cidadãos deste país conseguiram obrigar o Governo a incluí-los na redação da nova Constituição. Eles levaram muito tempo para se envolver na compilação de um documento tão importante, que, entre outras coisas, determinará o futuro do lítio e limitará o trabalho das minas que o exploram.

Milica Radičevic


Source: Energetski portal Srbije by www.energetskiportal.rs.

*The article has been translated based on the content of Energetski portal Srbije by www.energetskiportal.rs. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!