Relatório: EUA impediram a China de construir uma instalação secreta no porto de seu aliado

Evitou-se uma crise nas relações entre os Estados Unidos e um de seus aliados mais próximos no Oriente Médio? Hoje (sexta-feira) o The Wall Street Journal noticiou que agências de inteligência dos EUA souberam que a China está construindo secretamente uma instalação, aparentemente militar, nos Emirados Árabes Unidos, que nos últimos anos se tornou uma aliada próxima dos EUA no Oriente Médio. Os comentários foram feitos ao jornal por fontes bem informadas. Após a descoberta, o governo Biden abordou o país pelo Golfo e alertou que a presença chinesa em seu território poderia ameaçar os laços entre os países. Após várias reuniões entre as partes, a construção das instalações foi interrompida.

De acordo com os alertas da inteligência dos EUA, os chineses começaram a construção de uma instalação em um porto perto de Abu Dhabi. Fontes que revelaram a questão disseram ao Wall Street Journal que “parece que os Emirados Árabes Unidos, que hospeda as forças militares dos EUA e adquire aviões de combate avançados da América, desconhecia a natureza militar das operações chinesas”.

De acordo com várias publicações, o Oriente Médio se tornou um importante campo de batalha entre os Estados Unidos e a China, com os chineses fortalecendo seus laços econômicos com os Emirados Árabes Unidos nos últimos anos e, aparentemente, aproveitando esses laços para construir uma instalação militar perto de Abu Dhabi.

Ilha Yas, Abu Dhabi (Foto: Ilha Yas)

Há cerca de um ano, de acordo com a publicação, vários relatórios começaram a chegar às autoridades americanas de que os chineses estavam realizando “atividades suspeitas” no porto em questão. De fato, uma instalação militar foi construída e, ao saber disso, o governo Biden abordou os Emirados Árabes Unidos e iniciou esforços diplomáticos para convencer os Emirados de que o local tinha um propósito militar e que deveriam interromper a construção no local.

Um porta-voz dos Emirados Árabes Unidos em Washington disse ao Wall Street Journal: “Os Emirados Árabes Unidos nunca tiveram um acordo, plano, discurso ou intenção para permitir a construção de uma base militar chinesa ou posto avançado militar de qualquer tipo.”

Diante da presença da China nos Emirados, o próprio presidente Biden falou com o regente de Abu Dhabi mais uma vez em maio e agosto, expressando preocupação de que “a parceria dos emirados com a China pudesse ter efeitos prejudiciais nos laços com os Estados Unidos”.

Segundo fontes, no final de setembro, o Conselheiro de Segurança Nacional Jake Sullivan e outro alto funcionário apresentaram aos Emirados Árabes Unidos uma apresentação detalhada com todas as informações de inteligência que os americanos reuniram sobre o local. Além disso, segundo o jornal, os americanos até recentemente visitaram o local e se convenceram de que as obras haviam parado.

Com isso, segundo autoridades, as relações entre os Estados Unidos e os Emirados Árabes Unidos estão de volta aos trilhos. No entanto, o presidente eleito de Anwar, Anwar Grashash, expressou preocupação com o fato de o país estar preso no meio do conflito entre a China e os EUA: “Estamos todos muito preocupados com a guerra fria que se aproxima. Isso é uma má notícia para todos, porque a ideia escolhida entre os países é problemática no sistema internacional. “


Source: Maariv.co.il – חדשות מהארץ והעולם by www.maariv.co.il.

*The article has been translated based on the content of Maariv.co.il – חדשות מהארץ והעולם by www.maariv.co.il. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!