“Se a Omicron prevalecer, a curva positiva cairá em breve”


«A escola está fechada há muito tempo e as infecções continuaram a aumentar: acredito que a contribuição dos alunos é realmente irrelevante com uma variante que se espalha com tanta velocidade. De certa forma, temos duas pandemias: uma apoiada pela Omicron e outra pela Delta. Se a Omicron conseguir superar a Delta, já que a doença que ela causa é menos grave, talvez possamos ver a curva descer em questão de semanas. Uma expansão muito rápida da Omicron sobre a Delta não seria uma má notícia em si. ” Então, em entrevista ao Corriere della Sera Giuseppe Remuzzi, diretor do Instituto Mario Negri de Pesquisa Farmacológica.

«Com a terceira dose – explica – só os idosos que têm outros tipos de doenças associadas acabam nos cuidados intensivos. A porcentagem de não vacinados no hospital é muito alta, se fôssemos todos vacinados não haveria problema de saturação dos leitos. Se quisermos falar sobre o fim da pandemia, acho que ainda teremos que tomar precauções pelo menos por alguns anos”, conclui Remuzzi.

Greco (Cts): “Não são os alunos que fazem subir as infecções”

“Não é a escola que puxa o contágio” e o CTS já o enfatizou “já muitas outras vezes no passado. Claro, é verdade que ele não se manifestou recentemente, afinal só opinamos sobre as questões que O CTS abraçou a linha do governo: fazer todo o possível para manter as escolas abertas. E de 59 reuniões, nós 10 membros no final sempre chegamos à unanimidade. Não é barato”. Assim, em entrevista ao La Repubblica Donato Greco, infectologista e epidemiologista, membro do CTS, liderou a Prevenção tanto do Instituto Superior de Saúde quanto do Ministério da Saúde.

Com a reabertura dos institutos, defende, “pode haver mais infeções mas em parte serão devidas a este frenesim de rastreios escolares, aqueles feitos com saliva, cientificamente insípidos”.

“A exigência da vacina foi uma derrota: os cidadãos deveriam ter aderido por livre e espontânea vontade. é a difusão completa de Omicron, então o inverno deve passar. Este vírus tem uma forte sazonalidade, mas aumentando as vacinações na taxa que estamos realizando, em algumas semanas a suscetibilidade será reduzida ».


Source: by www.diariodelweb.it.

*The article has been translated based on the content of by www.diariodelweb.it. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!