Se não houver Huawei, eles não existem, vamos ver! | Technologyme

Os efeitos das proibições americanas impostas à Huawei começaram a ser evidentes. Parece que essa proibição começou a afetar negativamente outras empresas.

De acordo com um relatório da Bloomberg, o novo CEO da Qualcomm, Cristiano Amon, disse que as sanções dos EUA contra a Huawei ajudarão a aliviar a escassez global de chips. Atualmente, HiSilicon, a unidade interna de design de chips da Huawei, não pode ser fabricada devido à mudança na regra de exportação dos EUA que entrou em vigor em meados de setembro de setembro passado.

De acordo com a nova regra, as instalações mundiais que usam tecnologia dos EUA para fabricar semicondutores não podem entregá-los à Huawei sem a permissão do Departamento de Comércio dos EUA.

Proibição da Huawei afetou outras empresas

Devido a essa mudança de regra, a TSMC, que já foi a maior fabricante de chipset do mundo, não pode vender chips para a Huawei, seu segundo maior cliente. Naturalmente, a TSMC sofreu muito com esse negócio.

Embora a Qualcomm não tenha permissão para fornecer chips para a Huawei, ela pode fornecer esses componentes para a antiga submarca Honor da Huawei. A Huawei vendeu a marca Honor para um consórcio por pouco mais de US $ 15 bilhões em novembro. Dessa forma, a marca Honor foi liberada das proibições.

O novo CEO da Qualcomm, Amon, diz que a Qualcomm está recebendo uma demanda maior do que o esperado. A maior razão para isso é que a Huawei não pode comprar chipsets.

A proibição da Huawei continuará a afetar negativamente a Qualcomm e a TSMC. Porque a Huawei era o maior cliente das duas empresas. A perda de um cliente dessa escala de repente abala a empresa. Atualmente, o governo da Huawei quer falar com o novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. Esperamos que a tensão entre os dois países seja amenizada o mais rápido possível.


Source: Teknolojioku Rss by www.teknolojioku.com.

*The article has been translated based on the content of Teknolojioku Rss by www.teknolojioku.com. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!