Sete galáxias anãs recém-descobertas ficam em apenas um lado de uma galáxia maior

PASADENA, Califórnia. — As galáxias anãs fracas em um grupo de galáxias próximo parecem ter perdido o memorando. Em vez de se dispersarem uniformemente em torno da galáxia mais massiva do grupo, que é o que acontece em nosso próprio grupo de galáxias, essas anãs recém-descobertas se aglomeram em uma região. E os astrônomos não sabem por quê.

“Esta distribuição de satélites é simplesmente estranha”, disse o astrônomo Eric Bell em 13 de junho na reunião da American Astronomical Society.

Bell, da Universidade de Michigan em Ann Arbor, e colegas usaram o telescópio Subaru no Havaí para caçar aglomerados fracos de estrelas, indicando galáxias anãs, ao redor da galáxia M81. Esta galáxia parecida com a Via Láctea é o membro mais proeminente de um grupo de galáxias relativamente próximo, todas a cerca de 12 milhões de anos-luz da Terra. A equipe encontrou uma galáxia anã definida e seis possíveis mais fracas.

mapa de galáxias no grupo de galáxias M81.  Os satélites conhecidos estão circulados em vermelho, enquanto sete candidatos recém-descobertos próximos ao centro estão circulados em amarelo
A maioria das galáxias satélites conhecidas (circuladas em vermelho) no grupo de galáxias M81, juntamente com sete novas candidatas (amarelo), parecem se agrupar em um lado da galáxia M81 (centro).Sloan Digital Sky Survey

“A parte que é apenas bananas”, disse Bell, é que as galáxias satélites recém-descobertas ficam todas de um lado da M81.

Simulações de computador da evolução das galáxias sugerem que as maiores galáxias têm muitas galáxias pequenas e fracas espalhadas uniformemente por toda a parte externa do halo difuso em forma de nuvem da galáxia dominante. Observações em nosso grupo de galáxias confirmam isso: as dezenas de galáxias anãs conhecidas por orbitar nos arredores da Via Láctea estão distribuídas uniformemente ao redor da galáxia, assim como a maioria das galáxias anãs vistas ao redor de nosso vizinho grande mais próximo, a Galáxia de Andrômeda (SN: 11/03/15; SN: 19/08/15).

Mas no grupo M81, os sete aglomerados de estrelas recém-identificados parecem cercar um membro menor desse grupo, NGC 3077, que tem cerca de um décimo da massa de M81. “O fato de a coisa maior não ter mais satélites”, diz Bell, “ninguém espera isso”.


Source: Science News by www.sciencenews.org.

*The article has been translated based on the content of Science News by www.sciencenews.org. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!