Sofiane Bennacer, acusada de estupro, se declara inocente e é excluída dos Césares


Ele queria “continuar a competir pelos Cesars”, mas não é. O ator Sofiane Bennacer, indiciado em outubro em Mulhouse pelos supostos estupros de dois ex-companheiros e violência contra um terceiro, proclamou sua inocência na quarta-feira. No processo, os Césares excluíram-no da corrida às nomeações para a melhor esperança masculina em 2023. A Academia decidiu que “as informações publicadas pela imprensa desde 22 de novembro (…), ordenadas, sem prejuízo da presunção de inocência e por respeito às supostas vítimas, retirá-lo da lista de 32 Revelações para o César 2023 “, disse ela na noite de quarta-feira em um comunicado à imprensa.

Revelação do último filme de Valeria Bruni-Tedeschi, “Les Amandiers”, o ator de 25 anos queria, no entanto, “continuar a competir pelos Césars”. “Sou inocente (…) Ainda existe a presunção de inocência? Ou estamos em um estado de ilegalidade, um estado onde a simples acusação sem fundamento pode destruir uma vida? “, perguntou Sofiane Bennacer em uma longa mensagem no Instagram. O ator já havia contestado os fatos durante sua acusação.

“Depoimentos falsos”

“Posso ser boicotado pelo cinema. Enfim, fui humilhado no fundo da minha alma (…) daqui a alguns meses estarei livre porque não fiz nada (…) Se houvesse a menor prova contra mim, não simples testemunhos falsos, provas reais, eu já estaria na cadeia”, acrescentou.

Segundo o promotor de Mulhouse, “houve duas acusações por atos de estupro” contra dois ex-companheiros, bem como uma terceira “acusação por violência contra o cônjuge”. No âmbito de uma quarta denúncia apresentada por outra ex-namorada que denunciava atos de estupro, Sofiane Bennacer foi colocada na condição mais favorável de testemunha assistida.

Demissão do TNS

O Teatro Nacional de Estrasburgo (TNS), onde esteve internado, apreendeu junto do Ministério da Cultura os factos “de violência e assédio sexista, sexual”, de acordo com o parisiense. O Ministério da Cultura fez então um relatório aos tribunais, disse o procurador, sem especificar a data.

O ator foi colocado em detenção sob supervisão judicial, disse o promotor, o que significa que sua promotoria havia inicialmente solicitado sua colocação temporária. Benjamin Morel, administrador do TNS indicou na quarta-feira que “foi Sofiane Bennacer quem tomou a decisão de demitir-se a 19 de fevereiro de 2021, depois de as alegações terem sido trazidas à sua reunião”.


Source: 20Minutes – Une by www.20minutes.fr.

*The article has been translated based on the content of 20Minutes – Une by www.20minutes.fr. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!