Teerã condena resolução canadense apoiada por Israel contra o Irã

Teerã atacou o Canadá por propor uma resolução de direitos humanos anti-Irã na Assembleia Geral da ONU com o apoio de um punhado de outros regimes, incluindo Israel.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraniano, Saeed Khatibzadeh, disse que é uma pena que o Canadá tenha reunido “um clã de governos notórios no que diz respeito aos direitos humanos”, incluindo o regime israelense, os EUA e a Grã-Bretanha, a fim de ensinar ao povo iraniano sobre direitos humanos.

Khatibzadeh rejeitou por infundada e sem base legal a resolução proposta no 3º comitê da Assembleia Geral das Nações Unidas pelo Canadá e apoiada por alguns países ocidentais, bem como Tel Aviv.

Ele disse que a resolução é uma repetição de alegações infundadas com base em informações falsas e generalizações hipócritas.

“Esta resolução é baseada em votos internacionais fracos e divididos, e grande parte dos votos ‘sim’ a ela foi resultado de pressões políticas e várias ameaças”, disse o porta-voz.

Ele disse que o Canadá e alguns outros principais defensores desta resolução estão viciados em seguir em frente com um plano fracassado que visa manchar a imagem do Irã.

“Infelizmente, alguns atores que, eles próprios, têm uma longa história de violações flagrantes dos direitos humanos, nomeadamente através da venda de armas a regimes tirânicos, de ocupação e agressores, estão a utilizar os direitos humanos como uma ferramenta para fazer avançar os seus objectivos e interesses políticos”, acrescentou. .

“Essas ações imorais e injustificáveis ​​não ajudarão a promover o status e o respeito pelos direitos humanos no cenário mundial, mas apenas levarão a um aumento de clichês negativos e estigmas políticos contra as nações”, acrescentou.

“A ação do governo canadense e de outros defensores desta resolução, que é um poderoso exemplo de abuso de conceitos e valores elevados de direitos humanos para promover objetivos políticos tacanhos, é condenada e carece de qualquer fundamento e efeito legal”, acrescentou Khatibzadeh .

Ele pediu às autoridades canadenses que corrigissem seus movimentos anti-humanos tanto dentro quanto fora daquele país e não apenas interrompessem a política sistemática do regime de cometer genocídio de canadenses nativos, mas também respondessem pela cumplicidade nos crimes desumanos do regime israelense contra o povo palestino.


Source: Iran Front Page by ifpnews.com.

*The article has been translated based on the content of Iran Front Page by ifpnews.com. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!