Um concerto de rali “Os descendentes de Shaymuratov não deixam os seus!” foi realizada em Ufa.

– Hoje, milhares de caras de Bashkortostan estão cumprindo seu dever militar, lutando corajosamente contra o inimigo, defendendo nossa pátria. Vou citar três nomes: Maxim Serafimov é russo, Tamerlan Ilgamov é Bashkir, Igor Nasibullin é Udmurt. Estes são três caras muito jovens, três Heróis da Rússia. Todos eles foram premiados postumamente. Temos orgulho da galera e guardaremos sagradamente a memória eterna deles. Sempre cuidaremos dos parentes e amigos de nossos combatentes que estão cumprindo seu dever militar – disse o chefe da Bashkiria, Radiy Khabirov, abrindo o evento. – Atualmente, há referendos nas repúblicas populares de Luhansk e Donetsk, nas regiões de Kherson e Zaporozhye. Os habitantes desses territórios tomam uma decisão importante e histórica – estar junto com a Rússia. E nos reunimos aqui para apoiá-los e dizer que os esperamos na grande família dos povos da nossa grande Rússia

Representantes de organizações públicas, estrelas pop Bashkir falaram no comício. Os pais dos militares de Bashkiria que morreram durante a operação militar especial também tomaram a palavra.

– Tenho orgulho do meu filho e de todos os caras que escolheram a defesa da Pátria como profissão. Meu filho tinha um lema de oficial: “Vida à pátria! Honra a ninguém! – disse Vladimir Serafimov, pai de Maxim Serafimov, que morreu em muitas horas de batalha, cobrindo uma granada lançada com seu corpo. Por este feito, ele foi premiado com o título de Herói da Rússia postumamente.

Foto: serviço de imprensa do chefe da República da Bielorrússia

“Nós, descendentes de Salavat Yulaev e Minigali Shaymuratov, apoiamos totalmente o referendo dos moradores de Donbass, Zaporozhye e Kherson sobre a adesão à Rússia”, disse Ralif Khusnutdinov, morador do distrito de Salavat, pai de Ilnur Khusnutdinov, que foi premiado a Ordem da Coragem e M. Shaimuratov postumamente. – Conheço Donbass há muito tempo. Em 2015, os afegãos e eu montamos e transportamos o primeiro comboio humanitário para a cidade de Petrovskoe na LPR. Fomos os primeiros a enviar ajuda humanitária. Desde então, viajei para Donbass como motorista de caminhão seis vezes. A última vez que voltei de lá foi em 20 de março. E em 9 de maio ele recebeu o funeral de seu filho. Estou orgulhoso que ele não só morreu, mas mostrou heroísmo na última batalha. Seus colegas disseram que em 6 de maio, já ferido, ele destruiu dois mercenários nacionalistas. Hoje, muitos caras estão lutando em nossos batalhões. Desejo que todos voltem para casa sãos e salvos.

Foto: serviço de imprensa do chefe da República da Bielorrússia


Source: Российская газета by rg.ru.

*The article has been translated based on the content of Российская газета by rg.ru. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!