Um processo contra um ministro jordaniano que se recusou a administrar novamente a “Sociedade do Centro Islâmico”

Membros do antigo órgão administrativo eleito da Sociedade de Caridade do Centro Islâmico da Jordânia entraram com uma ação judicial contra o ministro do Desenvolvimento Social, Ayman Al-Mufleh.

De acordo com um comunicado chegado, “Árabe 21Cópia dele, o processo foi arquivado pelo órgão eleito que foi extinto em 2006 por decisão do Ministério do Desenvolvimento Social.

Os membros da comissão recorreram da decisão do ministro de não readmitir o seu estatuto de membro do órgão de administração, apesar da emissão de decisão judicial definitiva que os absolveu das acusações contra eles à época.

Os promotores consideraram que “a decisão do ministro é contra a lei e é considerada um uso arbitrário do poder”.

Em 2006, o corpo administrativo foi dissolvido por decisões conjuntas do judiciário e da comissão anticorrupção, mas em setembro o Tribunal de Cassação decidiu que todos os membros foram absolvidos das acusações de corrupção contra eles.

A decisão do Tribunal de Cassação considerou que todas as decisões judiciais emitidas pelos tribunais inferiores “estavam erradas e violavam a lei, e não pesavam as evidências com precisão. As acusações também incluíam contravenção, negligência no emprego, contravenção e interferência no investimento de emprego.”

A decisão de discriminação absolveu os membros do corpo administrativo, a maioria deles líderes do movimento islâmico na Jordânia, que somavam 25 pessoas, algumas das quais morreram nos últimos anos.

A Irmandade acusa o governo de colocar a mão na enorme associação que possui um grupo de escolas e centros de saúde, principalmente o Hospital Islâmico.





Source: عربي21 by arabi21.com.

*The article has been translated based on the content of عربي21 by arabi21.com. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!