Uma foto da NASA mostrando rios de ouro no Peru esconde uma tragédia

Milhares de garimpeiros ilegais tentam encontrar ouro no sul do país, mesmo que tenham que usar toneladas de mercúrio que está envenenando a terra.

Algumas imagens publicadas pela NASA em sua conta no Twitter se tornaram virais por razões muito diferentes. As fotos mostram o que parecem ser “rios de ouro” na região de Madre de Dios, no sudeste do Peru, mas é algo muito mais triste: é um exemplo da exploração ilegal de minas de ouro que está acontecendo na selva peruana.

Esses rios de ouro são, na verdade, poços cavados para tentar encontrar ouro ilegalmente. São centenas de bacias cheias de água, praticamente ligadas entre si, e nas quais a vegetação desapareceu completamente. E esta área, cujos poços costumam ficar escondidos, veio à tona graças às fotos que um astronauta da Estação Espacial Internacional obteve em um dia ensolarado.

O problema é de enorme magnitude, pois somente nesta região estima-se que existam até 30.000 mineiros trabalhando ilegalmente para encontrar e coletar ouro. Mas não é a primeira vez que a febre por esse material se desencadeia no Peru. Em 2019, o governo expulsou mais de 5.000 mineiros ilegais que trabalhavam na área de La Pampa.

Reclamações de todo o mundo

As imagens publicadas pela NASA nos permitiram conhecer diretamente o drama que está sendo vivido nesta região do sul do Peru. Milhares de mineiros agem com total impunidade tentando encontrar ouro e o grande problema é que, para encontrá-lo, eles usam grandes quantidades de mercúrio que estão despejando no chão.

Conforme publicado pela BBC, muitos grupos denunciaram este “envenenamento” que os mineiros estão gerando nas comunidades locais. Alguns cientistas demonstraram que existem quantidades significativas de mercúrio que é liberado tanto nos rios quanto na própria atmosfera, causando grandes danos ao meio ambiente.

Isso levou a um enorme desmatamento que, por sua vez, fez com que várias espécies de animais desaparecessem com a destruição de seus habitats.


Source: Revyuh by www.revyuh.com.

*The article has been translated based on the content of Revyuh by www.revyuh.com. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!