Vigilância da privacidade europeia corrói plataformas de energia

A EDPS, órgão de vigilância da privacidade europeia, deseja proibir a publicidade com base no rastreamento de dados de perfil. Além disso, defende uma certa interoperabilidade técnica entre grandes plataformas como Facebook e Google.

Isso pode ser lido em um artigo de opinião (PDF) de Wojciech Wiewiorówski, Diretor da Autoridade Europeia para a Proteção de Dados (EDPS) Sua história é uma resposta ao Digital Services Act publicado pela Comissão Europeia no final do ano passado, um projeto de lei para a regulamentação direcionada de provedores de serviços de internet.

O regulador considera que o poder das plataformas online é tão grande que pode representar um risco para indivíduos e empresas. A nova lei vai reduzir os riscos, mas também deve haver garantias. Essa é a essência do artigo de opinião. As salvaguardas cobrem o rastreamento para fins de publicidade online, moderação de conteúdo e sistemas de recomendação.

Os sistemas de moderação e recomendação de conteúdo devem, na visão de Wiewiorówski, não se basear em perfis por padrão.

Para a indústria de publicidade, ele vai além: nada de publicidade online orientada para a pessoa baseada em rastreamento. “Deve haver regras extras que vão além da transparência. Também deve haver restrições sobre os tipos de dados que podem ser processados ​​para fins de segmentação e que podem ser compartilhados com anunciantes e terceiros. “A proposta não parece representar nenhum obstáculo para os proprietários de dados, os chamados primeiras festas.

Vigilante da privacidade A EDPS também introduz um novo tópico para inclusão nas propostas legislativas. Dizer o tema em voz alta sozinho levanta automaticamente os cabelos de qualquer gigante da tecnologia. O regulador defende tornar obrigatória uma certa base de interoperabilidade técnica. Em um sentido abstrato: o usuário da plataforma A deve ser capaz de interagir na plataforma B. Isso deve limitar o valor dos dados pessoais como matéria-prima ou combustível. O resultado é que um usuário obtém mais controle ou controle sobre seus dados.

As opiniões da Autoridade Europeia para a Proteção de Dados são dados para a percepção dos deputados, cidadãos interessados, lobistas e grupos de interesse. A proposta legislativa da Comissão Europeia será apresentada ao Parlamento Europeu para discussão na próxima fase.

Foto: mini malist (cc)


Source: Nieuws – Emerce by www.emerce.nl.

*The article has been translated based on the content of Nieuws – Emerce by www.emerce.nl. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!