Você comeria um homem em nome da filantropia?

MUNDO – A campanha “Eat A Swede”, criada para a Swedish Food Federation (SFF) pela McCann Stockholm Agency (parte do I&F Group), tem como objetivo provocar o debate e abrir uma discussão sobre a sustentabilidade e a nutrição de uma sociedade em crescimento população mundial. Uma das formas que a Federação Sueca de Alimentos recomenda é o programa “Svegan” (Go Swegan), que se baseia na aceitação de uma dieta saudável e práticas sustentáveis.

A cada ano, mais recursos naturais são consumidos, principalmente alimentos, devido ao crescimento populacional (as previsões são de que de 7,8 bilhões de habitantes hoje, a população mundial crescerá para até 10 bilhões em 2050), mudanças no estilo de vida e aumento geral no consumo. Tudo isso está intimamente ligado ao maior consumo de energia para produzir mais alimentos, aumento das emissões de CO2 e excesso de desperdício de alimentos – de resíduos biológicos a plásticos. Por isso, trabalhamos constantemente para encontrar dietas alternativas para manter a sustentabilidade.

O famoso ator sueco Alexander Skarsgård quando o conhecemos dos filmes “The Legend of Tarzan”, “Big Little Lies”, “Godzilla v. Congo” ou série “Sangue de verdade” aparece em um filme satírico projetado para aumentar a consciência sobre o déficit global de alimentos, mas também para apresentar ao público os altos padrões da produção sustentável de alimentos na Suécia. O tratamento humano e os direitos dos animais legalmente garantidos, o menor uso de antibióticos, regras estritas sobre o uso de pesticidas e a redução do desperdício de alimentos industriais para apenas 3%, colocam este país nórdico no topo dos países com práticas sustentáveis ​​de produção de alimentos. Tudo isso se reflete na adoção de hábitos saudáveis ​​e de uma vida saudável dos próprios suecos, que estão entre as nações que menos têm problemas com obesidade ou outros hábitos pouco saudáveis.

Embora o próprio filme de uma forma um tanto chocante, mas espirituosa, sugira comer carne humana, embora cultivada em laboratório, a mensagem é clara – (ainda) não estamos prontos para comer carne humana, mesmo quando ela é cultivada em laboratório. É por isso que a SFF, que reúne mais de 800 fabricantes de produtos alimentícios e diversos tipos de bebidas, no site Eataswede.com recomenda outras formas que também podem contribuir para a produção sustentável de alimentos.

Você pode assistir o filme completo no link:

Texto publicado por: Encontro:



Source: PORTAL by marketingmreza.rs.

*The article has been translated based on the content of PORTAL by marketingmreza.rs. If there is any problem regarding the content, copyright, please leave a report below the article. We will try to process as quickly as possible to protect the rights of the author. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content of the author and always include the original link of the source article.If the author disagrees, just leave the report below the article, the article will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!